Timon: Mulher era mantida presa por desconhecidos que roubavam sua aposentadoria

A vítima foi resgatada desnutrida e com vários ferimentos pelo corpo nesta quinta-feira (19). Caso aconteceu no bairro Parque Alvorada.

19/11/2021 10:47h - Atualizado em 19/11/2021 11:57h

Compartilhar no

Policiais civis resgataram uma mulher que estava sendo mantida em cárcere privado em uma residência no bairro Parque Alvorada, em Timon. A vítima tem transtornos mentais e foi encontrada em um estado de completo abandono em uma situação insalubre e desumana. O que também chamou atenção foi o fato de que as pessoas que a mantinham presa não terem nenhum grau de parentesco com a vítima e ainda se apropriarem da pensão que ela recebia do INSS.


Leia também: Operação contra fraudes previdenciárias prende três advogados em Teresina 


A informação foi confirmada pelo 2º Distrito Policial de Timon. Por meio de nota, a polícia disse que na residência, além da mulher, vivia um casal que não dispensava qualquer cuidado à vítima. Nas imagens compartilhadas pela polícia, é possível ver que a mulher ficava amarrada em um quarto dividindo espaço com um vaso sanitário cheio de dejetos humanos, alimentos estragados, sem tem sequer uma cama onde pudesse se recostar.

Local onde a mulher era mantida presa - Foto: Divulgação/Polícia Civil de Timon

Ela apresentava diversas escoriações pelo corpo, principalmente nos tornozelos onde ficavam as amarras que a prendiam

Um homem, de 30 anos e identificado pelas iniciais F.A.S, foi preso em flagrante pelos crimes de maus tratos e cárcere privado e encaminhado à Central de Timon. A vítima foi resgatada e encaminhada pelo SAMU para o Hospital do Parque Alvorada em razão do seu estado de desnutrição. 

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) de Timon, deu apoio à ação da polícia para iniciar o acolhimento da vítima na rede de atendimento.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário