Suspeito de matar funcionário do Carvalho já tinha agredido a ex-mulher

Dorival Ferreira de Almeida já havia sido denunciado por ameaças tanto a Sindivaldo Soares quando à ex-companheira.

18/07/2017 15:59h

Compartilhar no

O suspeito de ter assassinado a tiros o funcionário do Comercial Carvalho Sindivaldo Bacelar Soares , já havia sido denunciado ao 8º Distrito Policial por ameaças. A denúncia foi feita no dia 08 de fevereiro deste ano pelo próprio Sindivaldo, que vinha sendo perseguido por Dorival depois que este descobriu seu relacionamento com sua ex-mulher.

Além das ameaças a Sindivaldo, Dorival também já havia sido denunciado por agressão à ex-companheira. O fato teria acontecido no dia 02 de janeiro passado, após ele tomar conhecimento do relacionamento dela com Sindivado.. A informação é do delegado Francisco Baretta, coordenador da Delegacia de Homicídios.


De acordo com o delegado Francisco Baretta, Dorival já havia agredido a ex-mulher (Foto: Marcela Pachêco/Arquivo O Dia)

“Ele a agrediu fisicamente e ela prestou queixa tanto no Distrito Policial quanto na Delegacia da Mulher. No momento, nós estamos mantendo contato com estas duas divisões para saber se já havia alguma medida protetiva contra o Dorival. Mas o fato é que nós já ouvimos a mulher e ela nos trouxe inclusive fotos das lesões causadas pelo ex-companheiro”, explica o delegado.

As investigações da polícia apontam que quatro dias depois de ter agredido a ex-mulher, Dorival comprou uma arma, a mesma que teria sido usada para tirar a vida de Sindivaldo. O suspeito continua foragido, mas o delegado Baretta informou que já tem sua possível localização e que as equipes estão em diligências para prendê-lo.


Sindivaldo foi assassinado com quatro tiros dentro do Carvalho do Dirceu (Foto: Elias Fontinele/O Dia)

Entenda

Na tarde de ontem (17), Sindivaldo Bacelar Soares foi assassinado a tiros dentro do Comercial Carvalho do Dirceu. Ele era funcionário do supermercado e foi atingido com quatro disparos efetuados por Dorival Ferreira de Almeida. Segundo a polícia, o crime teve motivações passionais, já que Dorival teria descoberto o relacionamento da vítima com sua ex-mulher.

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário