Sócia de Beth Cuscuz, Cláudia Pires, é presa em Caxias

Cláudia Pires estava sendo procurada pela polícia desde a última terça-feira (14)

20/08/2012 08:22h

Compartilhar no

A sócia de Beth Cuscuz, Keila Marina de Sousa Jacob, mais conhecida como Cláudia Pires, foi presa na noite deste domingo (19) em uma blitz da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na cidade de Caxias, no Maranhão. Ela foi trazida ontem mesmo a Teresina e se encontra detida na Delegacia do Silêncio.

Cláudia Pires foi presa no Km 542 da BR 316. Ela estava numa SW4 de placa JVB 6787 - Pará. Segundo a PRF, a acusada estava sendo monitorada, e a Polícia Civil do Piauí já havia comunicado ao posto de Caxias que ela poderia passar pelo local.

De acordo com a polícia do Piauí, Cláudia Pires estava vindo de São Paulo, acompanhada do marido e filhos, com destino a Teresina, para se apresentar às autoridades.

Após ser barrada, a sócia de Beth Cuscuz foi recambiada para Teresina por policiais do 8º Distrito Policial.

Cláudia Pires estava sendo procurada pela polícia desde a última terça-feira (14), quando foi deflagrada a Operação Aspásia. Ela é acusada de favorecimento à prostituição, formação de quadrilha e tráfico interno de pessoas.

A acusada deverá prestar depoimento à delegada Andrea Magalhães, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), responsável pelas investigações.

Outras nove pessoas foram presas durante a operação. O juiz Almir Abib Tajra, da 7ª Vara Criminal de Teresina, prorrogou por mais cinco dias as prisões de oito delas, incluindo Beth Cuscuz e Carlos Roberto da Silva Passos, vulgo "Carlão", proprietário da boate Copacabana. Eles continuarão detidos até, pelo menos, a próxima quinta-feira (23).

Também foi autorizada a quebra do sigilo telefônico dos acusados e dos computadores apreendidos durante a operação.

Boate Beth Cuscuz

Dos presos, somente um foi libertado até agora: Isla Huana, que provou não ter envolvimento com o site Pecado Cazual, mantido por Alan Wolner, seu irmão. O endereço eletrônico estava hospedado no nome de Isla.

Compartilhar no
Por: Juliana Dias

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário