Terceiro templo religioso é invadido em menos de uma semana em Teresina

Alvo desta vez foi Igreja da Vermelha, que não foi arrombada mas teve suas dependências reviradas e uma quantia em dinheiro furtado.

27/06/2017 08:57h - Atualizado em 27/06/2017 09:21h

Compartilhar no

A igreja de Nossa Senhora de Lourdes, localizada no bairro Vermelha, foi invadida durante a madrugada de segunda-feira (26). Os invasores reviraram armários e gavetas da igreja, e uma quantia em dinheiro teria sido levada pelos ladrões. Segundo a polícia civil, o local não apresentava sinais de arrombamento.

O crime foi descoberto na manhã de segunda-feira, quando os funcionários da igreja chegaram ao local e encontraram várias gavetas e outros objetos jogados pelo chão. Segundo o investigador Hilton Barbosa, do 3º Distrito Policial, ainda não foi concluída a perícia no local para determinar o que de fato foi roubado ou danificado.

Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Vermelha (Foto: Reprodução)

“Estamos esperando a conclusão da perícia sobre um dinheiro que sumiu. Outros objetos que foram dados como sumidos foram sendo encontrados no decorrer do dia. Parece que foi coisa de moleque”, comentou o policial. Segundo Hilton, a Polícia Civil já tem uma linha de investigação, e deve chegar aos envolvidos no crime nos próximos dias.

“Pela suspeita até de pessoas da paróquia, pode ser uma pessoa que vive praticando crimes naquela região”, disse Hilton. A perícia criminal esteve no local e colheu impressões digitais que podem ajudar a elucidar o crime. “Eles citaram um nome, e também já tínhamos uma investigação”.

Terceiro caso contra templos religiosos

Este é o terceiro crime que ocorre em um tempo religioso de Teresina em menos de uma semana. Há cinco dias, o Templo de Umbanda Nossa Senhora de Montserrat foi arrombado e teve suas dependências depredadas, num caso de intolerância religiosa. Instrumentos musicais, imagens e outros materiais usados nos cultos foram destruídos e espalhados pelo local, além de portas e vidraças quebradas pela ação dos vândalos.

No dia seguinte ao crime contra o templo de umbanda, dois homens armados invadiram a igreja de Santa Joana Darc, no Mocambinho, renderam funcionários do local e levaram cerca de R$ 5 mil, dinheiro conseguido através da oferta dos fieis que frequentam a paróquia durante dez dias. 

Compartilhar no
Edição: Nayara Felizardo
Por: Andrê Nascimento

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário