• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Sargento da PM morre em acidente com ônibus na Av. Maranhão

O sargento saía de um supermercado localizado na avenida, por volta das 18h30, em uma motocicleta, quando se desequilibrou e caiu.

21/08/2019 07:42h - Atualizado em 21/08/2019 08:42h

O sargento da Polícia Militar do Piauí, Silvio Jean Vale, faleceu no início da noite desta terça-feira (20) após um acidente grave na avenida Maranhão, nas proximidades da Ponte Metálica, zona Norte de Teresina.

Segundo informações da PM, o sargento saía de um supermercado localizado na avenida, por volta das 18h30, em uma motocicleta, quando se desequilibrou e foi atropelado por um ônibus que faz linha para a Universidade Federal do Piauí. Devido ao impacto, a vítima morreu na hora. Após o acidente, o motorista do ônibus permaneceu no local aguardando a chegada da Polícia. 

Sargento da PM morre em acidente com ônibus na Av. Maranhão. (Foto: Arquivo Pessoal)

O sargento trabalhava na Polícia Militar há 28 anos e era conhecido pelos colegas de farda como uma pessoa "prestativa". Segundo o coronel Canuto, amigo da vítima, o sargento era bastante conhecido na corporação e desenvolvia trabalhos junto a Coordenadoria Geral de Operações, no Quartel do Comando Geral.

"Ele trabalhava na banda de música da PM, era uma pessoa muito prestativa, tanto que solicitei ele para ficar cedido na nossa sessão. Ele estava desenvolvendo vários trabalhos com as viaturas e foi solicitado pelo pessoal do Setor de Transportes", afirmou.

Em nota, a Polícia Militar do Piauí lamentou a morte do sargento e se solidarizou com amigos e familiares. O corpo do sargento Silvio Jean Vale está sendo velado na Capela de São Sebastião (PM/PI) desde as 00hs. Na capela militar será realizada uma missa de corpo presente a partir das 10h. Posteriormente, as 13h, o corpo seguirá para a Cidade de Timon-MA, onde será velado no Centro Paroquial da Igreja São José. O enterro ocorrerá as 17h no Cemitério Jardins das Flores. 


Por: Nathalia Amaral e Chico Filho.

Deixe seu comentário