• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Primos que roubaram R$ 500 mil em joias de um ateliê são presos

Edson Marle Bacelar e John Lennon Bacelar foram presos em União, junto com um comparsa, de nome Maycon Moura. Eles também roubaram R$ 800 mil em celulares de uma loja em Teresina.

09/07/2019 08:17h - Atualizado em 09/07/2019 08:29h

A Polícia Civil, por meio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), prendeu nesta segunda-feira (08) três pessoas acusadas de participarem do roubo a uma joalheria no Centro de Teresina e a uma loja de departamento também localizada na Capital. Identificados como Edson Marle Bacelar da Silva, John Lennon Bacelar de Carvalho e Maycon Araújo de Moura, eles foram detidos em União. Edson e John Lennon, além de parceiros no crime, também são primos e costumavam cometer delitos juntos.

A informação foi confirmada pelo coordenador do Greco, delegado Thales Gomes. Os crimes pelos quais eles respondem aconteceram em julho do ano passado (o roubo à joalheria) e no começo deste ano (o roubo ao depósito da loja de departamentos). “Do ateliê de joias, que fica no Centro, eles subtraíram cerca de R$ 500 mil em peças, e da loja de departamento, eles subtraíram R$ 800 mil em aparelhos celulares. Parte da carga deste segundo roubo ainda chegou a ser recuperada no dia seguinte”, explica o delegado.

Após o roubo á joalheria, Edson e John Lennon ainda chegaram a ser abordados por uma guarnição da Polícia Militar e encaminhados para a Central de Flagrantes, mas não chegaram a ser autuados. No entanto, aquela abordagem deu subsídios para que a Polícia Civil avançasse nas investigações, que já apontavam que os dois, além do elo de parentesco, agiam em conjunto, arquitetando roubos de altas quantias na cidade.


John Lennon Bacelar, Edson Marle Bacelar e Maycon Moura - Foto: Divulgação/Polícia Civil

John Lennon e Edson sempre costumavam também ter como comparsa em suas ações criminosas a figura de Maycon. De acordo com o delegado Thales, este já o terceiro procedimento que Lennon e ele respondem juntos, o que mostra uma estabilidade e padrão nas ações do grupo.

“No total, os três já possuem em seus nomes quatro procedimentos policiais em Teresina e dois em União. Por isso representamos por suas prisões preventivas: para evitar que eles se evadissem, porque estes não são os únicos crimes pelos quais eles respondem”, finalizou o coordenador do Greco.

Edson, John Lennon e Maycon foram trazidos para Teresina e já encaminhados para o sistema prisional. A Polícia Civil pede que quem tenha mais informações sobre outras ações do grupo ou que por acaso os reconheçam, que entre em contato pelo WhatsAppp do Greco, no número 99978-0749. O contato também é canal de recebimentos de outras denúncias.

Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário