PRF apreende R$ 180 mil em veículo com funcionário de Wellington Dias

Por meio de nota, assessoria de imprensa do senador disse que funcionário está de férias e, portanto, não estava a serviço do petista.

11/09/2014 19:47h - Atualizado em 11/09/2014 21:15h

Compartilhar no

A Polícia Rodoviária Federal realizou a apreensão de R$ 180 mil em espécie no município de Barreiras, oeste da Bahia, durante fiscalização realizada na tarde desta quinta-feira (11).

Duas pessoas foram detidas e conduzidas para a Delegacia de Barreiras. Uma delas foi identificada como José Martinho Ferreira de Araújo, que declarou ser funcionário de Wellington Dias (PT), no Senado Federal.

De acordo com o delegado de Polícia Civil Francisco Sá, o veículo apreendido é um Palio Weekend cinza, placa JHU-5627. O carro teria partido de Brasília com destino ao Piauí, conforme informou José Martinho, em depoimento na delegacia.

A reportagem d' O DIA apurou que Martinho foi nomeado em 1º de fevereiro de 2011 para o cargo de motorista do Senado Federal, com lotação no gabinete de Wellington. 

O dinheiro apreendido estava escondido embaixo do banco traseiro do veículo, e, de acordo com a PRF, o motorista apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação falsificada no momento em que foi abordado.

A assessoria de comunicação do senador Wellington Dias divulgou uma nota por meio da qual confirma que José Martinho Ferreira de Araújo é servidor do Senado. Mas esclarece que ele está de férias atualmente, e, portanto, não se encontrava a serviço do petista.

Confira a nota na íntegra:

"O senador Wellington Dias (PT-PI) esclarece que não tem qualquer relação com o fato ocorrido no município de Barreiras, na Bahia, envolvendo o senhor José Martinho Ferreira de Araújo, servidor do Senado Federal, que, no momento do fato noticiado, se encontra de férias das suas funções, estando, portanto, em viagem pessoal sem qualquer ligação com a atividade do Senado ou do próprio senador".

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Karliete Nunes

Deixe seu comentário