• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Polícia prende suspeito de matar empresário no Lourival Parente

Além de Maurilio Rodrigues, preso nesta segunda-feira (1º), pelo menos seis pessoas já haviam sido presas por envolvimento no crime.

01/07/2019 11:53h - Atualizado em 01/07/2019 12:46h

A Secretaria de Segurança Pública, através da Força Tarefa, realizou o cumprimento do mandado de prisão contra Maurilio Rodrigues de Araújo Lima Filho, um dos acusados de participar do assassinato do empresário, Leandro César de Sousa Gonçalves, proprietário do depósito de bebidas e de gás de cozinha. O crime ocorreu no bairro Lourival Parente, na zona Sul da capital, em fevereiro de 2017. 

Pelo menos seis pessoas se encontram presas por envolvimento no latrocínio. Além de Maurilio, preso nesta segunda-feira (1º), já haviam sido detidos pela Polícia: Jhones Eduardo da Silva, conhecido como “John John”; André Vieira, conhecido como "Lourin"; Francisco das Chagas Oliveira; Sanatiel Abreu Rocha, que é apontado como o autor dos disparos; Iasmin Abreu Rocha, irmã de Sanatiel; e um homem identificado apenas como Laércio, vulgo "Gordinho".

Empresário foi morto a tiros. (Foto: Arquivo O Dia)

Até o momento, a Polícia não revelou informações sobre o envolvimento de Maurilio no crime. O suspeito foi preso e conduzido à Central de Flagrantes para os procedimentos legais cabíveis.

Entenda o crime

O empresário Leandro César conduzia um automóvel Cobalt, vindo da cidade de Demerval Lobão para Teresina, quando dois homens em uma moto tentaram abordar o carro, ameaçando o motorista com uma arma de fogo. A vítima trazia consigo uma mala com quase R$ 22 mil.  Ao ser abordado, Leandro César reagiu, jogando o carro contra a moto.

A dupla então atirou contra a vítima, atingindo o empresário com dois tiros na cabeça. A vítima não resistiu as ferimentos e morreu na hora. Na ocasião, a Polícia Civil informou que a dupla não esperava a reação de Leandro, e fugiu sem levar o dinheiro.

Por: Nathalia Amaral

Deixe seu comentário