Preso no Pará acusado de liderar bando que roubava veículos no Piauí

Demétrio Morais Gomes estava foragido da Justiça e foi localizado numa chácara em Marabá

01/09/2012 14:18h

Compartilhar no

A polícia prendeu esta semana no município de Marabá, no Pará, um homem que estava foragido da Justiça piauiense. Demétrio Morais Gomes é acusado de liderar uma quadrilha especializada em roubo de veículos que atuava nas regiões Norte e Nordeste do país. A operação que resultou na captura do acusado envolveu as policiais civis do Piauí e do Pará.

Demétrio atuava nos estados do Pará, Piauí, Maranhão e Ceará. Os principais alvos do bando são caminhonetes de luxo e caminhões que, em maioria, são encaminhados para desmanche em outros estados brasileiros.

A prisão de Demétrio foi em cumprimento a mandado de prisão expedido pela 7ª Vara Criminal de Teresina.

A operação foi efetuada por policiais da Polinter (Delegacia de Polícia Interestadual de Buscas e Capturas), da Polícia Civil do Piauí, e da Superintendência Regional da Polícia Civil de Marabá, Seccional Urbana de Marabá.

De acordo com o delegado José Humberto Júnior, diretor da Seccional, o acusado saiu da cadeia no mês de dezembro do ano passado, por meio de indulto de natal, e não retornou para o término do cumprimento da pena. "Demétrio é apontado como um dos cérebros da quadrilha. Era ele quem fazia o levantamento dos veículos a serem roubados ou furtados. Depois fazia o contato com os receptadores para a entrega dos mesmos", explicou.

O bando é formado por piauienses e paraenses. A localização do preso, em Marabá, ocorreu após um trabalho de investigação e campana nos possíveis locais onde Démetrio poderia estar escondido.

A polícia conseguiu localizá-lo na chácara de propriedade de sua mãe, no bairro São Félix. Além dele, a Justiça do Piauí expediu também mandado de prisão contra Jonsa dos Santos Araújo, vulgo "Folinha", que seria um dos "braços fortes" de Demétrio. Jonas já estava preso no Centro de Recuperação Regional de Marabá.

Segundo o delegado, a parceria entre as Polícias dos Estados do Norte e Nordeste do Brasil é fundamental para o combate às quadrilhas interestaduais. "Pelo fato de estarem sempre se movimentando, esses grupos criminosos criam uma certa dificuldade para a localização e prisão de seus integrantes. Contudo, será dada continuidade ao trabalho investigativo com prioridade ao combate a este tipo de crime na região", assevera.

Ainda de acordo com o delegado, Demétrio já foi transferido para o Piauí, para responder pelos crimes.

Compartilhar no
Fonte: Ascom Governo do Pará

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário