Polícia prende acusados de assaltar joalheria; um tem passagem por sequestro

Gerson Montes Filho, um dos presos, foi acusado de participar do sequestro da prima de sua esposa

20/03/2012 10:17h

Compartilhar no

A Polícia Civil do Piauí realiza nesta terça-feira uma operação destinada a prender uma quadrilha acusada de assaltar uma joalheria na cidade de Picos (308 km de Teresina) no dia 29 de fevereiro deste ano.

O delegado Adolpho Henrique Soares Cardoso, do 1º DP de Picos, é quem comanda a operação, que conta com a participação de policiais civis lotados tanto em Teresina quanto em Picos, tendo o apoio da Comissão Investigadora do Crime Organizado (CICO) e da Polinter, além da Polícia Militar.

Foto: Jailson Soares/ PortalODIA.com

Todos os acusados presos até agora já possuíam passagem pela polícia. Gerson Montes Filho, que se diz estudante de Direito, foi preso esta manhã em Teresina. Ele é acusado de participação no sequestro de Fabiana Vieira da Silva, em julho de 2005, quando a jovem, então com 24 anos, foi mantida em cativeiro durante aproximadamente três semanas. O detalhe surpreendente do crime é que Gerson era casado com a prima de Fabiana.

Também nesta terça-feira foi preso Antônio Paulo de França. A prisão foi efetuada em Picos, por uma equipe comandada pelo delegado regional Everton Férrer.

Gerson Filho e Antônio Paulo cumpriam prisão, em regime semi-aberto, no presídio Major César. Gerson acusado de sequestro e Antônio por tráfico de drogas.

Com os presos, foram encontrados uma espingarda, algemas e várias cédulas de identidade em branco.

O primeiro suspeito a ser preso foi Paulo Sérgio Albuquerque da Silva, cerca de duas semanas atrás, no município de Regeneração, 160 km de Teresina. Ele foi detido por tentativa de homicídio, mas acabou reconhecido por um dos policiais militares que efetuou sua prisão.

De acordo com o delegado regional de Picos, as imagens do circuito de segurança da joalheria foram essenciais para o trabalho da polícia. "As imagens dos acusados foram amplamente divulgadas nas redes sociais e encaminhadas ao tenente coronel Wagner Torres (comandante de Policiamento do Interior da PM/PI). Graças a essas imagens nós identificamos o primeiro suspeito e, a partir de informações fornecidas por ele, obtivemos o paradeiro dos demais", afirmou Everton Férrer.

Paulo Sérgio Albuquerque já está na Casa de Custódia e, segundo o delegado regional, será mantido isolado dos demais integrantes da quadrilha que serão levados para o presídio, de maneira a evitar represália.

Além das prisões, os policiais civis deram cumprimento a mandados de busca e apreensão num posto de gasolina localizado no bairro Monte Castelo, na zona Sul de Teresina. De acordo com o delegado Everton, o local servia como ponto de encontro para os acusados.

O setor de inteligência da Polícia Civil apurou que o assalto à joalheria Cristal contou com a participação de pelo menos seis homens, cinco dos quais residentes em Teresina. Os criminosos teriam levado quase R$ 400 mil em jóias.

Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pelo juiz Thiago Brandão, titular da 4ª Vara Criminal de Picos.

A operação deflagrada nesta terça-feira contou, ainda, com a participação de agentes da Delegacia de Repressão e Prevenção a Entorpecentes, do Suporte de Operações Especiais e do 11º DP.

Compartilhar no
Por: Ccero Portela

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário