Polícia prende 9 por tráfico de drogas em Buriti dos Lopes

Com os acusados a polícia encontrou armas, drogas, munição, dinheiro e motos roubadas

04/09/2013 11:47h - Atualizado em 04/09/2013 12:15h

Compartilhar no

Após quatro meses de investigação, a polícia de Buriti dos Lopes conseguiu prender manhã desta quarta-feira (04) noves pessoas acusadas de tráfico de drogas no município. As prisões foram feitas em cumprimento de mandado de busca e apreensão e foram expedidas após inúmeras denúncias anônimas sobre a comercialização de drogas na cidade.

Fotos: Portal do Catita

Os presos foram identificados apenas como “Bambu”, “Sancho” e Renato, todos presos em flagrante. Eles foram encaminhados à delegacia onde prestaram depoimento e confessaram ter envolvimento com o tráfico no município. Além deles, foram presos ainda Rozélia, "Neném", "Thutuca, Bernarda, Galeno, Wesley, Joel, "Lazim" e "Florzinha.

Segundo o delegado titular de Buriti dos Lopes, Rodrigo Melo, na casa de “Bambu” a polícia encontrou aproximadamente 400 gramas de crack, R$ 5 mil em cédulas trocas, o que caracteriza a venda de drogas, armas, espingarda, munições e uma motocicleta roubada.

“Tudo começou com a prisão de Rodrigo Amorim, preso por tráfico há dois meses, no qual outros traficantes comemoraram. Diante disso, decidimos fazer uma operação conjunta contra todas essas bocas de fumo rastreadas e acabar de vez com a venda de entorpecentes no município”, explicou Rodrigo Melo.

O delegado disse ainda que as bocas de fumo coordenadas por “Bambu” e Renato movimentavam cerca de R$ 1 mil por dia, um valor considerado alto para esse tipo de prática.

Um dos suspeitos de comandar o tráfico na região, identificado apenas como Neto, está foragido e a polícia realiza diligências para tentar localizar o acusado. Há duas semanas uma parte dos suspeitos foi presa e já se encontra a disposição da Justiça. Todos os presos serão ouvidos e recambiados para a Penitenciária de Parnaíba.

Participaram da operação cerca de 70 policiais Civis, Militares e Rodoviária Federal de Parnaíba.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário