• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Polícia investiga triplo homicídio em chácara em Paulistana

Vítimas são o caseiro do local e mais duas pessoas que chegaram à cidade há poucos dias, vindas de Petrolina. Polícia acredita em execução.

23/07/2019 10:55h

A Polícia Civil está investigando o homicídio de três pessoas, ocorrido na manhã do último sábado (20) em Paulistana, a 469 quilômetros de Teresina. As mortes aconteceram dentro de uma chácara na zona Rural da cidade e as vítimas foram assassinadas com disparos de arma de fogo. Elas foram identificadas como sendo Cleidevaldo dos Santos Silva, caseiro da propriedade; Rafael de Oliveira Lins e Welington Marcos de Assis. 

Estes dois últimos haviam chegado a Paulistana na terça-feira da semana passada, vindo de Petrolina e se hospedaram na chácara, com o consentimento do dono, identificado apenas como Juvecir. A informação foi confirmada pelo delegado Marcelo Leal, gerente de policiamento do interior. De acordo com ele, o proprietário do local chegou a manter contato com o caseiro Cleidevaldo momentos antes do crime por telefone.


Foto: Divulgação/Polícia Militar

“Os corpos foram encontrados por uma pessoa ainda não identificada, que entrou em contato com o dono e informou que os havia localizado. Foi disparo de arma de fogo e, a princípio, as vítimas foral atingidas na cabeça. O crime tem características de execução, porque nada de valor material foi levado, o que poderia configurar um latrocínio”, relatou o delegado.

A polícia ainda investiga a vida pregressa das vítimas, se eles teriam algum antecedente criminal ou alguma informação que possa ajudar a esclarecer as motivações do crime e chegar ao autor. Como o crime aconteceu em uma área mais afastada da cidade, não houve testemunhas oculares, o que dificulta a investigação, segundo o delegado Marcelo. No momento, a polícia colhe os depoimentos de demais testemunhas e faz diligências, mas ainda sem nenhum suspeito.

Por: Maria Clara Estrêla, com informações de Nathalia Amaral

Deixe seu comentário