Polícia identifica homem acusado de falsificar perfil de delegado no Facebook

O homem é acusado do crime de peculato, por criar um perfil falso em nome do delegado Evaldo Farias em 2014.

08/06/2017 16:15h - Atualizado em 08/06/2017 16:35h

Compartilhar no

A Delegacia de Repressão a Crimes Virtuais (DRCI) comunicou na manhã de hoje (08) a identificação de um homem acusado de criar um perfil falso do delegado Evaldo Farias através do Facebook. Segundo a acusação, o homem, identificado como B.A.C., utilizou a rede social para divulgar fotografias retiradas do perfil pessoal do delegado, então titular da Delegacia do Silêncio, agindo de forma ofensiva e configurando assim o crime de peculato. 

O caso ocorreu em dezembro de 2014. Na ocasião, o perfil falso ficou ativo por duas semanas e teve milhares de acessos. No ano seguinte, o delegado Evaldo Farias faleceu vítima de hepatopatia crônica, aos 47 anos. No entanto, as investigações continuaram.

Delegado Evaldo Farias era titular da Delegacia do Silêncio. (Foto: Arquivo O Dia)

De acordo com a DRCI, o acusado teria confessado o crime em depoimento e a partir de agora será encaminhado para a esfera judiciária para dar continuidade aos procedimentos legais. Em nota, o delegado titular da Delegacia de Repressão a Crimes Virtuais, Daniell Pires, afirmou que os criminosos utilizam de ambientes virtuais acreditando que não serão identificados. 

O delegado informou ainda que qualquer crime praticado através de meios virtuais, computacionais ou eletrônicos serão prontamente investigados pela Delegacia especializada, impossibilitando assim que possíveis criminosos virtuais fiquem impunes. 


Compartilhar no
Por: Nathalia Amaral

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário