Polícia divulga nomes dos presos durante Operação Alcateia

Dos 12 mandados de prisão, apenas 10 foram cumpridos

16/07/2013 10:33h - Atualizado em 16/07/2013 18:56h

Compartilhar no

A Polícia Civil divulgou a relação com os nomes dos investigados da Operação Alcateia deflagrada na manhã desta terça-feira (16). Foram cumpridos, até o momento, 10  dos 12 mandados de prisão. Dois acusados ainda estão foragidos.

Segundo o delegado Carlos César Camelo, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), alguns funcionários de empresas que realizam grandes depósitos podem ter auxiliado a quadrilha em ações criminosas.

O delegado disse que os integrantes do bando tinham informações privilegiadas sobre as vítimas.


Veja o vídeo com o momento em que os presos são apresentados à imprensa: 



Fotos: Jailson Soares/O DIA.


Camelo explicou que, como muitos deles já foram presos inúmeras vezes, conseguiam reconhecer facilmente os policiais. €œMuitos dos roubos foram frustrados porque eles [assaltantes] reconheceram os policiais, que estavam seguindo as vítimas depois de ouvir as ligações interceptadas€, explicou.

A polícia continua em diligência para tentar localizar Willderson Nery Santos, conhecido como €œBi€, e Gilmar Lopes de Sousa Junior, vulgo €œVentania€, que ainda não foram capturados.

Ainda de acordo com a polícia, Armando Carlos da Silva Sena foi o primeiro a ser identificado e a ter o celular grampeado. A partir dele, a polícia conseguiu identificar o restante da quadrilha.

Confira a relação dos investigados:

Armando Carlos da Silva Sena

Cleiton Cristino da Silva, vulgo €œBombado€

Darlan Araújo do Nascimento

Elielson Gonçalves Lima

Erlon Pereira dos Santos

Evaldo Alves Catarino Junior, vulgo €œPitbull€

Gilmar Lopes de Sousa Junior, vulgo €œVentania€

Gilvan de Carvalho Silva

João Melo Silva Filho, vulgo €œCoruja€

Márcio Josélio Lima Santos, vulgo €œDelin€ ou "Louro"

Stenislau Moura de Assis, €œStênio€

Willderson Nery Santos, vulgo €œBi€

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Maria Romero (do local) e Isabela Lopes (da redação)

Deixe seu comentário