Polícia descobre laboratório de droga na zona Sul de Teresina

A rede de distribuição dos entorpecentes envolvia serviço de táxi da Capital

25/10/2021 16:37h - Atualizado em 25/10/2021 16:46h

Compartilhar no

Uma denúncia anônima levou a polícia a desbaratar uma organização criminosa que atuava na fabricação e distribuição de drogas em várias regiões de Teresina. Diligências realizadas durante esta segunda-feira (25) descobriram um laboratório onde os entorpecentes eram fabricados e a rede de distribuição que envolvia serviço de táxi da Capital.

Os policiais seguiram um carro modelo Ônix, de cor preta, que era utilizado por dois homens para transporte da droga. Os suspeitos deixaram uma grande quantidade do produto em uma residência na zona Leste de Teresina. Logo em seguida, um taxista responsável pelo distribuição dos entorpecentes foi flagrado no local.

Foto: Jailson Soares / O Dia

Foto: Jailson Soares / O Dia 

“Um taxista que foi buscar o entorpecente nessa residência foi abordado e preso. Ele pegava na casa e distribuía em outros locais. Ele não pode nem alegar que estava com passageiro, porque ele foi flagrado sozinho pegando a droga e com uma grande quantidade de maconha e skank (super-maconha)”, explicou o delegado Jarbas Lima, da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre).

Foto: Jailson Soares / O Dia

Foto: Jailson Soares / O Dia 

As equipes continuaram seguindo o carro preto dos indivíduos, que os levou até uma residência no Torquato Neto, zona Sul de Teresina. Lá, os policiais encontraram o laboratório com pasta base, prensa, liquidificador, produtos químicos e embalagens usadas para o refino e empacotamento.  

Já na residência dos dois homens que trafegavam no veículo foram encontrado dois revólveres calibre .38. “Cinco pessoas foram presa por associação para o tráfico, sendo uma mulher e quatro homens. Um deles já tinha mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma”, resumiu o delegado Jarbas Lima.

Foto: Jailson Soares / O Dia

Para o delegado, a atuação da organização é complexa com atuação em diversas zonas da Capital. Ele pontuou que as investigações continuam em curso e nova prisões podem ser realizadas. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário