• monge executivo
  • e-titulo
  • TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

PF prende estelionatário que se passava por médico, coronel e radialista.

De acordo com nota da Polícia Federal, a esposa do acusado afirmava pela cidade de Parnaíba que era juíza federal.

22/06/2018 13:00h

A Polícia Federal prendeu, em Parnaíba, um homem que se passava por médico. O acusado foi pego em flagrante enquanto realizava atendimento a um paciente. O homem de 49 anos, identificado pelas iniciais C.R.F.S, também se passava por coronel da polícia, massoterapeuta e jornalista. 

Ele é natural do Rio Grande do Sul, mas morava no litoral do Piauí. De acordo com nota da PF, o homem informou estar atuando como radialista há dois meses e prestar serviços de massoterapia em domicílios na cidade.

Por ordem da 2º Vara Criminal de Parnaíba, foram realizadas buscas em sua casa, um imóvel alugado no bairro Planalto, onde residia com a sua esposa, que afirmava falsamente pela cidade que era juíza federal.

Segundo informações da Polícia Federal, o acusado já possui inúmeros registros criminais em todo o País por estelionato, uso de documento falso e assalto à mão armada. 

A polícia divulgou também que, atualmente, ele cumpre pena em regime aberto por um roubo a banco praticado no estado de Mato Grosso.  Por conta disso, foi enviado um comunicado à Vara das Execuções Penais por onde tramita o processo para a expedição de mandado de prisão, pois ele não poderia se ausentar daquela cidade sem autorização judicial.

Algumas vítimas já foram identificadas e prestam depoimento. O preso foi encaminhado à Penitenciária Mista de Parnaíba, onde permanece à disposição da Justiça Federal e da Vara de Execuções Penais para revisão do regime de cumprimento da pena por roubo.

Edição: Nayara Felizardo
Por: Lucas Albano, com informações da PF

Deixe seu comentário






Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado