Operação #PC27 termina com 60 prisões no Piauí e 11 veículos apreendidos

A ação aconteceu simultaneamente em todo o país para combater crimes de homicídio, estupro e roubos. No Piauí, prisões foram efetuadas em 16 cidades.

25/04/2019 08:05h - Atualizado em 25/04/2019 08:17h

Compartilhar no

A Polícia Civil apresentou na manhã desta quinta-feira (25) o balanço final da Operação #PC27, deflagrada ontem (24) para cumprir mais de mil mandados em todo o país contra crimes de homicídio, estupro e roubo. Aqui no Piauí, a ação se encerrou com um saldo de 60 prisões, sendo que 31 foram feitas no interior e 29 em Teresina; 14 armas de fogo apreendidas e 11 veículos recuperados.

Em 25 estados e no Distrito Federal, a ação se encerrou no final da tarde de ontem. No entanto aqui no Piauí, a Polícia Civil resolveu continuar até o fim do dia e conseguiu prender mais 14 pessoas – além das 46 que já havia sido detidas até as 17 horas – nas cidades de Luís Correia, Parnaíba, Corrente e União. “Nesse tempo a mais, cumprimos mais um mandado e as outras prisões aconteceram em flagrante. Inclusive nessas cidades, conseguimos também apreender uma quantidade expressiva de armas”, explicou o delegado Matheus Zanatta, gerente de polícia especializada.


Delegado Matheus Zanatta - Foto: Arquivo O Dia

 Além das prisões e apreensões de armas, a polícia apreendeu também 100 gramas de crack e meio quilo de maconha pronta para o consumo nas cidades do litoral piauiense. Em todo o estado, foram cumpridos mandados em 16 municípios.  O efetivo do Piauí envolvido na Operação #PC27 contou com cerca de cem policiais de Distritos Policiais de Teresina, Delegacias Regionais do interior e Divisões Especializadas como a Delegacia de Entorpecentes e a Polinter. Mais de 30 viaturas foram empregadas na ação.

A Polícia Civil prevê mais ações para os próximos dias em desdobramento à Operação #PC27. São cumprimentos de mais mandados de prisão e mais apreensões de armas e drogas.

Em âmbito nacional

A Operação #PC27 foi deflagrada simultaneamente nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal e teve como objetivo cumprir centenas de mandados de prisão e tirar de circulação foragidos da Justiça que cometeram crimes graves contra a vida e o patrimônio. A ação foi coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes da Polícia Civil (CONPC). Em estados como Santa Catarina, a operação terminou com um saldo de 181 presos; no Mato Grosso foram cumpridos pelo menos 207 mandados; no Maranhão, 14 e no Ceará, pelo menos 202 detidos.

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário