• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Homem atropela namorada e mata amiga após discussão na zona Leste

Autor do atropelamento é empresário e namorava uma das vítimas. Segundo a PM, ele jogou o carro sobre elas após discutir com a namorada na saída de uma festa.

29/09/2019 10:36h - Atualizado em 01/10/2019 12:23h

A saída de uma festa terminou em tragédia na madrugada deste domingo (29) na zona Leste de Teresina. Duas mulheres foram atropeladas por um veículo modelo Jeep Renegade branco de placa PIT-5842, quando saíam de um buffet localizado na Avenida Homero Castelo Branco, bairro Horto Florestal. As vítimas foram identificadas como sendo Anuxa Kelly Leite de Alencar e Vanessa Carvalho.


De acordo com o coronel Galvão, comandante do 5º BPM, o responsável pelo atropelamento foi o empresário Pablo Henrique Campos Santos. Ele era namorado de Anuxa, teria discutido com ela durante a festa e, na saída, jogou o carro contra ela e a amiga como vingança. Vanessa, que estava inconsciente, veio a óbito após várias tentativas de reanimação por parte dos socorristas do SAMU. Já Anuxa foi encaminhada consciente para o HUT. 


Vanessa (de branco) não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Anuxa (de preto) ficou ferida e foi levada para o HUT - Foto: Divulgação/PM-PI

Foi isso que afirmou o coronel Galvão. “Não se sabe os motivos da briga, o fato é que ele estava ao volante desse carro que causou o atropelamento e foi imediatamente reconhecido pelas testemunhas como namorado de uma das vítimas, a que ficou ferida. Ele jogou o carro para cima delas com o intuito de acertar a namorada, feriu ela e acabou matando a amiga”, explicou o comandante.

Os policiais que estiveram no local imediatamente seguiram com as diligências até a residência de Pablo Henrique onde encontraram com os pais dele. Autorizados a adentrarem o local, os militares localizaram o empresário e o autuaram em flagrante por homicídio e lesão corporal.

Pablo Henrique ainda resistiu à prisão e precisou ser detido com uso de força policial e algemas. Ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes onde prestou depoimento e, segundo o coronel Galvão, alegou estar sob efeito de álcool quando pegou o carro e o jogou para cima de Anuxa e Vanessa, atropelando-as.

O Portal O Dia está tentando contato com a defesa de Pablo Henrique, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria. O Hospital de Urgências de Teresina ainda não divulgou nenhum boletim médico sobre o estado de Anuxa Leite.

Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário