Mulher é morta durante assalto em frente a cartório em Timon

Um dos suspeitos é um adolescente que havia sido apreendido por tráfico na última quarta-feira, mas acabou sendo liberado porque Timon não conta com um local apropriado para internação de menores infratores.

21/07/2017 09:59h - Atualizado em 21/07/2017 12:53h

Compartilhar no

Uma mulher foi morta dentro de um cartório na cidade de Timon (MA), vizinha a Teresina, na manhã desta sexta-feira (21). O crime ocorreu durante um assalto a um homem que havia acabo de sair do Cartório do 2º Ofício, na Rua Magalhães de Almeida, no centro da cidade maranhense.

De acordo com testemunhas, a dupla de assaltantes teria trocado tiros com o segurança do cartório, e uma das balas acabou atingindo Naiane Nascimento Pinto, que tinha cerca de 30 anos e era albergada do Centro Pop, local especializado para atendimento de população em situação de rua. Naiane foi baleada na cabeça e morreu ainda no local, antes da chegada de atendimento médico.

Um dos suspeitos foi identificado como Emerson Cláudio Santos Viana, de 19 anos. O outro é um adolescente de 17 anos que havia sido apreendido na última quarta-feira por suspeita de tráfico de drogas, mas acabou sendo liberado no mesmo dia.

Mulher foi atingida na cabeça e morreu na hora (Foto: Moura Alves / O DIA)

Segundo a Polícia, antes do latrocínio a dupla já havia realizado outros assaltos na cidade. O técnico de refrigeração Betônio Alves de Sousa, 24 anos, foi a vítima abordada em frente ao cartório.

A arma usada no crime, um revólver calibre 38 (Foto: Moura Alves / O DIA)

Armados com um revólver calibre 38, os suspeitos ordenaram que Betônio entregasse a chave da sua motocicleta e sua carteira. A vítima atendeu à ordem do assaltante, mas no momento em que se preparavam para fugir os bandidos foram surpreendidos pelo segurança do cartório, tendo início, então, uma troca de tiros que culminou com a morte de Naiane Nascimento.

Lucielene Santos, inspetora chefe da Guarda Civil Municipal de Timon, relata que a dupla de assaltantes tentou fugir numa motocicleta em que estava e na da vítima, que já havia inclusive entregado a chave. No entanto, durante a troca de tiros com o segurança eles acabaram deixando os dois veículos no local e fugiram correndo.

"Eles tentaram fugir, mas a moto derrapou num buraco e eles caíram. Depois disso, eles saíram correndo", detalha Lucielene.

Como a motocicleta em que estavam não era roubada, a Polícia não teve dificuldade para localizar a dupla. Ambos foram capturados minutos após o crime - um no centro da cidade, próximo do cartório, e outro próximo ao bairro Parque Alvorada.

Vítima do assalto em frente ao cartório, o técnico em refrigeração Betônio Alves de Sousa havia ido ao local para registrar a filha, que nasceu há poucos dias (Foto: Moura Alves / O DIA)

Betônio Alves relatou à reportagem do portal O DIA que havia ido ao cartório para registrar a filha, que nasceu há poucos dias.  "Eu entreguei a minha carteira e o celular, mas logo depois iniciou a troca de tiros entre eles e o segurança. Nesse momento eu corri pra me proteger dos tiros. Graças a Deus não fui atingido. Fiquei muito abalado e só pensei na minha família. Foi tudo muito rápido", detalha Betônio, que ainda na manhã desta sexta-feira compareceu à Central de Flagrantes para prestar depoimento ao delegado Michel Sampaio.

Policial militar da Força Tática da PM-MA disse que há a suspeita de que a dupla tenha feito outras vítimas antes do assalto em frente ao cartório (Foto: Moura Alves / O DIA)


Menor havia sido liberado por falta de estrutura

Uma fonte do portal O DIA, que pediu para ter a identidade mantida em sigilo, denuncia que a cidade de Timon não possui um local apropriado para a internação de adolescentes infratores. Por conta disso, todos os menores apreendidos precisam ser levados para a capital do estado, São Luís, que fica a 428 km de distância.

A fonte explica que em crimes considerados menos graves, em que não há dolo contra a vida, a Polícia se vê obrigada a liberar os adolescentes, pois a legislação proíbe que eles sejam mantidos na mesma cela de maiores de idade.

Lucielene Santos, Inspetora chefe da Guarda Civil Municipal de Timon (Foto: Cícero Portela)

Na fuga, suspeitos deixaram a moto em que estavam e a da vítima, que pretendiam roubar (Foto: Cícero Portela)

Compartilhar no
Por: Geici Mello e Cícero Portela

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário