• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

MDB avalia mudanças na política e mira grandes cidades em 2020

Juventude do partido propõe planejamento para partido ocupar espaço 'de centro' em meio a polarização política no país.

06/09/2019 15:56h

Em entrevista ao Portal O Dia, o deputado estadual do estado do Rio Grande do Sul, Gabriel Souza (MDB), afirmou que a corrente jovem do seu partido pretende implementar uma série de estratégias para que a sigla ocupe o espaço de centroda política nacional e crie um planejamento de estado mais moderno que atua prioritariamente nas áreas onde precisa. 

A meta do partido para o próximo pleito é eleger prefeitos e vereadores em grandes cidades do Brasil, e a longo prazo, uma candidatura a presidente do Brasil.

“Formando esse programa e ocupando esse espaço, sim, o MDB tem condições de construir uma candidatura majoritária em 2022 e fazer uma grande bancada. E não só em 2022, mas também em 2020 fazer prefeitos de capitais, cidades grandes, como o caso de Timon”, destaca o parlamentar.

O deputado afirmou que o debate será levado para a convenção nacional do MDB , que deve acontecer no dia 06 de outubro. Sem disputas internas desde 2001, o deputado afirma que para que o debate seja eficaz, poderá ser necessária a criação de uma chapa de oposição para implementar as mudanças, já que em muitos casos de mudança consensual entre integrantes do partido ocorre o “mudar não mudando”.

“A composição do ‘mudar não mudando’ que é o nosso receio e essa composição nós não iremos aceitar. Nós vamos, inclusive, protocolar uma chapa de oposição  pra que evitemos novamente esse tipo de situação e propiciemos esse debate tão necessário”, afirma.


Deputado Gabriel Souza (MDB-RS) em entrevista a FM O Dia 92,7FM. (Foto: Elias Fontenele/O Dia)

Com 2,3 milhões de filiados, o temor é que em caso de não ocupação desse espaço aberto na política nacional, o partido inicie um processo de esvaziamento e é por isso que a sigla retoma o diálogo com seus filiados em todos os estados do Brasil. Para as eleições do próximo ano a expectativa éeleger o máximo de prefeitos e vereadores possíveis.

“Acho que o partido está bem para as eleições do ano que vem. (...) O MDB é o partido que mais tem capilaridade no território nacional, então por consequência deverá eleger o maior número de vereadores e prefeitos, novamente, do país, mas nós queremos também conquistar as grandes cidades”, diz o deputado Gabriel Souza.

Gabriel participou de um evento com o MDB Jovem de Timon, cidade onde o partido planeja lançar novamente a candidatura de Socorro Waquim, ex-prefeita , que ocupa atualmente cargo de vereadora. 

Por: Rodrigo Antunes

Deixe seu comentário