Mãe e filho aplicam golpe do “Boa Noite Cinderela” em Teresina

Os dois acabaram sendo presos hoje (02) em um inquérito da Delegacia de Crimes Contra a Ordem Tributária. Suspeitos dopavam suas vítimas para roubá-las.

02/07/2020 11:02h - Atualizado em 02/07/2020 12:15h

Compartilhar no

A Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e Relações de Consumo (Deccoterc), prendeu nesta quinta-feira (02) mãe e filho acusados de usarem soníferos e doparem suas vítimas para conseguir roubá-las, na modalidade de golpe popularmente conhecida como “Boa Noite, Cinderela”.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que a mulher foi identificada pelas iniciais S.M.A.S e o rapaz, filho dela, identificado pelas iniciais I.F.A.S. Os dois foram presos juntos em um inquérito policial que corre no âmbito da Deccoterc e do 8º Distrito Policial de Teresina. O Portalodia.com conversou com o titular do 8º DP, o delegado Ricardo Moura.

Leia também: Morre em Picos homem vítima de "Boa noite, Cinderela" 

De acordo com ele, as investigações começaram após o 8º Distrito ter recebido denúncia de um rapaz que foi vítima da dupla. Na queixa, ele contou que estava em uma festa quando conheceu S.M.A.S. Ela se apresentou com o nome de Patrícia e seguiu de lá para a casa do rapaz na companhia dele.

Ao chegarem na residência, ela entregou uma bebida “batizada” com o sonífero para ele, que tomou e minutos depois, caiu desacordado. “Foi um crime que aconteceu no começo do ano. Pra começar, ela não se identificou com nome verdadeiro, o que já dificulta nossas investigações. E depois que dopou a vítima, ela fez um verdadeiro rapa na casa dele. O rapaz, quando acordou de manhã, deu falta de eletrodomésticos, do celular e até de um troféus que ele colecionava. Percebendo que tinha sido roubado, ele procurou a polícia”, explicou o delegado Ricardo.


Foto Ilustrativa: Polícia Civil do Piauí

Segundo apontam as investigações, o filho de S.M.A.S ajudava a mãe nos golpes dando apoio logístico para a fuga com os objetos roubados. “Pra sair levando uma televisão, por exemplo, ela precisava de um carro, de alguém que a ajudasse. Nós acreditamos que era aí que o filho dela entrava”, diz o delegado.

Além do inquérito no 8 DP e na Deccoterc, há ainda denúncias que estão sendo apuradas junto ao 10º Distrito Policial de Teresina também contra mãe e filho. Foi por conta da quantidade de boletins registrados contra eles, que o delegado Ricardo pediu a prisão temporária dos dois. Eles foram autuados nesta manhã quando prestavam depoimento na Deccoterc.

“Eles mesmos se apresentaram para prestar esclarecimentos e como já havia o mandado expedido, a delegada Fernanda [Paiva] deu cumprimento e os autuou. Os dois vão responder por crime de roubo”, finalizou o titular do 8º DP.

A polícia segue agra no sentido de tentar localizar possíveis novas vítimas de S.M.A.S e I.F.A.S aqui em Teresina. Os dois seguem recolhidos na sede da Deccoterc para os procedimentos legais.

Polícia orienta sobre como se proteger deste tipo de golpe

O delegado Ricardo Moura, em conversa com o Portalodia.com, relatou que este tipo de golpe com o uso de soníferos para abordagem das vítimas é mais comum do que se pensa. Ele orienta para alguns cuidados que podem e devem ser tomados em ambientes de festas, bares, restaurantes e afins, onde esses golpistas costumam atuar.

A primeira orientação para evitar cair neste tipo de golpe é não aceitar bebida de estranhos. “Se você acabou de conhecer a pessoa e ela lhe oferecer algo, não aceite. Você tem apenas alguns minutos de conversa com ela e não tem como saber quais são as intenções nem os precedentes dela. Consuma só aquilo que você mesmo comprar e, se possível confira o preparo para garantir que aquilo que você está bebendo esteja livre de qualquer substância que possa confundir seus sentidos e lhe deixar suscetível a ações de pessoas má intencionadas”.

A segunda orientação diz respeito à atenção: o delegado diz que é importante que a pessoa tenha sempre por perto seu copo ou o recipiente no qual está consumindo a bebida. “Se você mantiver seu copo por perto o tempo todo, não deixá-lo sobre balcões ou afins, as chances de alguém chegar e batizar sua bebida são mínimas. Então é importante nunca deixar de lado sua bebida principalmente se você não sabe sobre as pessoas que estão no mesmo ambiente que você”, finaliza o delegado Ricardo.

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla, com informações da Polícia Civil

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário