• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Homem promove chacina e mata cinco pessoas em São Miguel do Tapuio

Ele queria se vingar dos moradores do povoado e atirou em quem passava pelo caminho.

30/10/2014 15:55h - Atualizado em 31/10/2014 08:34h

Um homem identificado como Chiê promoveu uma verdadeira chacina, matando cinco pessoas a tiros no povoado Palmeira de Cima, que fica já na divisa com o Ceará, a 42 km da sede do município de São Miguel do Tapuio, a 219 km de Teresina. O crime ocorreu por volta das 14h desta quinta-feira (30).

Segundo informações apuradas pelo PortalODIA.com, a primeira vítima foi a esposa do acusado, uma agente comunitária de nome Maria. Ela foi morta dentro da casa onde morava com o acusado. Em seguida o assassino teria se dirigido até a residência do líder comunitário do povoado, conhecido como Juvêncio. Lá, ele matou o homem e um neto da vítima. Ao sair da casa de Juvêncio, Chiê matou outro morador da comunidade, um comerciante de nome Cláudio. Por último, o homicida em série matou outro homem conhecido como Roberto, que era professor de informática da rede municipal e morreu próximo à escola do povoado.

Segundo o tenente-coronel Josué Saraiva, coordenador de Operações do Grupamento Tático Aereo Policial, o acusado era traficante, assaltante e usuário de drogas. Ele teria surtado devido ao uso excessivo de entorpecentes e por isso colocou em prática a jura de morte que havia feito. "Sua motivação foi uma informação que ele recebeu de que os moradores do povoado estavam se organizando para expulsá-lo da comunidade, justamente por ser um criminoso", conta o tenente-coronel.

A polícia acredita que ele saiu disparando em quem encontrava pelo caminho. A esposa foi a primeira vítima porque teria tentado impedi-lo de pegar a arma. "Ele efetuou três disparos na mulher, em seguida saiu atirando nas pessoas. Duas ou três delas não morreram porque a arma não disparou", disse Saraiva.

Equipes da Polícia Militar e da Polícia Civil estão em busca do acusado, que teria fugido pela mata e estaria em uma região a cerca de 10 km do povoado. Chiê conhece bem a área, pois costumava caçar entre São Miguel do Tapuio e Palmeira de Cima.

A polícia agora pede que os moradores fiquem atentos e denunciem caso vejam o fugitivo. As características repassadas são de um homem alto, forte e de rosto arredondando. Ele possui uma tatuagem em um dos braços, parecida com um dragão e fugiu em uma moto CD-300 de cor verde.


Deixe seu comentário