Homem é preso por manter a família refém no Povoado Atalaia

Ele mantinha sete pessoas sob a mira de uma arma, mas um familiar conseguir escapar e chamar a polícia. Em Esperantina, casal foi preso por contrabando.

06/12/2021 10:31h

Compartilhar no

A Polícia Militar prendeu no último dia 04 um homem acusado de ameaça e porte ilegal de arma de fogo. Segundo o major Thiago Ribeiro, porta-voz da corporação, o suspeito, identificado pelas iniciais R.S.S estava mantendo sua própria família refém sob a mora de um revólver em um sítio localizado no Povoado Atalaia, zona Rural de Teresina.

“Ele ameaçava as sete pessoas da família e as mantinha refém sob a mira da arma de fogo. Um dos filhos conseguiu escapar e ligou para a polícia através do 190. A equipe da Força Tática, ao chegar ao local, fez aproximação utilizando técnicas de rastejo e lograram êxito na prisão do acusado, que não teve chances de reação”, relata o major.

À PM, não ficou claro o motivo de R.S.S ter mantido sua família como refém. Com ele, foram localizados um revólver calibre 38, uma arma longa de fabricação caseira carregada do tipo bate bucha e cinco munições calibre 38. Ao acusado foi dada voz de prisão em flagrante e ele foi conduzido para a Central em Teresina para os procedimentos legais.


Material apreendido com o suspeito - Foto: Divulgação/Polícia Militar

Casal foi preso transportando cigarros contrabandeados em Esperantina

Ainda no final de semana, a Polícia Militar prendeu um casal suspeito de crime de contrabando dentro de uma agência bancária na cidade de Esperantina. Identificados pelas iniciais F.D.O.L e S.A, eles estavam transportando 25 caixas de cigarro em uma caminhonete modelo Amarok de placa NXK-2360. Os cigarros que eles levavam não possuem autorização da Anvisa para serem comercializados no Brasil.

De acordo com o major Thiago Ribeiro, além do crime de contrabando, ainda havia um mandado de prisão em desfavor de F.D.O.L. Ele dá mais detalhes da ocorrência. “Durante o serviço, a guarnição recebeu informações de que o suspeito estava contrabandeando cigarros em Esperantina e transportava a carga em uma caminhonete. De posse das informações, a equipe fez patrulhamento pelo centro e demais bairros e localizou o veículo estacionado em frente à agência do Banco do Brasil da Rua Coronel José Fortes. Os acusados estavam na fila do caixa, onde foi feita a abordagem”.


Cigarros não têm autorização de comercialização no Brasil - Foto: Divulgação/Polícia Militar

Durante a busca no veículo deles, a polícia encontrou as 25 caixas de cigarro com 200 unidades cada. Também foram encontrados em poder deles a quantia de R$ 24.353 e uma caderneta de contabilidade da prática criminosa escondida na parte debaixo do volante. Os dois, junto om todo o material apreendido, foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Esperantina. Eles devem responder por crime de contrabando.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário