Homem é morto a tiros e mulher fica ferida no bairro Pedrinhas em Picos

Segundo a polícia, Hélio Ferreira da Silva já tinha passagens por assalto a uma casa lotérica. Sua esposa ficou ferida. PM acredita que autor seja líder de quadrilha.

27/04/2019 11:05h

Compartilhar no

Um homem identificado como Hélio Ferreira da Silva, mais conhecido como Hélio Sapato, foi assassinado a tiros no bairro Pedrinhas, em Picos, na manhã deste sábado (27). Segundo a Polícia Militar, ele teria sido morto em um certo de contas com o chefe de uma quadrilha que atual na região do município. Hélio Ferreira faria parte do grupo criminoso e teria se recusado a obedecer uma ordem.

“Esse atual chefe da quadrilha, da qual o Hélio fazia parte, foi solto há poucos dias. Eles atuavam como comparsas e teria tido um desentendimento. Não sabemos ainda se foi ele quem cometeu o crime, mas há indícios que levam à participação dele no acontecido. A vítima, o Hélio, tinha um extensa ficha criminal, inclusive por assalto a uma lotérica, e passou um bom tempo preso. Ele respondia também por homicídio e já vinha sendo monitorado pelo nosso grupo de inteligência”, discorreu o coronel Edwaldo Viana, comandante do 4º BPM de Picos.


Foto: Divulgação/Polícia Militar

Quando Hélio foi assassinado, ele estava na companhia de sua esposa, que não teve o nome informado pela polícia. A mulher acabou ficando ferida e foi socorrida pela Samu, sendo encaminhada para o Hospital Regional Justino Luz. O crime, de acordo com a PM, teria sido praticado por duas pessoas em uma motocicleta, mas até o momento não se tem a identificação de quem seria. Quando os policiais chegaram ao local, encontraram apenas o corpo de Hélio em uma rede.

“Ele provavelmente estava deitado quando foi abordado pelos seus executores e assassinado”, foi o que disse o coronel Edwaldo Viana. A Polícia Civil já foi acionada, através da Delegacia Regional de Picos, para fazer a perícia e colher as primeiras informações. De acordo com o balanço do 4º BPM, este já é o quinto homicídio ocorrido em Picos só em 2019.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário