• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Polícia prende suspeito de matar homem a facadas em Regeneração

Identificado como Antônio Diego Ferreira Vasconcelos, ele matou Luiz Carlos de Sousa Silva após descobrir relacionamento dele com sua ex-companheira.

27/10/2019 13:54h - Atualizado em 27/10/2019 16:03h

Atualizada às 16h05min

A Polícia Militar conseguiu efetuar a prisão de Antônio Diego Ferreira Vasconcelos, suspeito de ter assassinado a facadas Luiz Carlos de Sousa Silva, 28 anos, na cidade de Regeneração neste domingo (27). Segundo a polícia, ele teria descoberto que a vítima estava se relacionando com sua ex-companheira, invadiu a residência dele, discutiu com ele e tirou sua vida.

De acordo com o capitão Juvenilton Pessoa, Antônio Diego tinha envolvimento com o tráfico de drogas e já tinha inclusive uma passagem pelo sistema prisional. “Ele encontrou com o casal [Luiz Carlos e sua ex-companheira] em uma festa e quando os dois saíram, ele foi atrás. O Antônio invadiu a casa da vítima pelo teto e lhe desferiu o golpe de faca nas nádegas”, relatou o capitão.

Ainda segundo o PM, Antônio foi preso na residência de familiares na localidade Mata dos Morenos, zona Rural de Regeneração. Autuado em flagrante por homicídio, ele foi encaminhado para a delegacia para procedimentos legais.

Iniciada às 13h54min

Um homem identificado apenas como Luiz Carlos foi assassinado a golpes de faca na Vila São Cristovão, cidade de Regeneração, na madrugada deste domingo (28). De acordo com a Polícia Militar, ele ainda chegou a ser socorrido e foi levado com vida ao hospital do município, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito pouco depois de dar entrada.


Luiz Carlos foi assassinado em Regeneração a golpes de arma branca - Foto: Divulgação/PMPI

Segundo o capitão Juvenilton Pessoa, comandante da 2ª Cia do 18º BPM de Regeneração, Luiz Carlos foi atingido com a arma branca na região das nádegas. A motivação do crime ainda não ficou clara para a polícia. “Nós já temos a identificação preliminar do suspeito e estamos em diligências à procura dele. A princípio, vítima e suspeito teriam discutido, mas o que levou a esta discussão ainda não ficou claro”, explica o PM.

O caso seguirá sob investigação pela Delegacia Regional de Água Branca.

Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário