Governo Federal reconhece situação de emergência em São Raimundo Nonato

São Raimundo Nonato sofre com a ausência de chuvas, o que prejudicou os produtores locais

17/09/2021 13:57h - Atualizado em 17/09/2021 14:07h

Compartilhar no

A situação de emergência no município de São Raimundo Nonato, no Sul do Piauí, foi reconhecida pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). A decisão publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (17) levou em consideração os prejuízos somados na cidade devido o período de seca.


Leia tambémSão Raimundo Nonato: avião enviado por Whindersson Nunes ajuda a controlar incêndio 


São Raimundo Nonato sofre com a ausência de chuvas, o que prejudicou os produtores locais e atinge também o abastecimento de água de moradores.  Nas últimas semanas, o município é afetado também por uma série de incêndios que atingiu propriedades, matou animais e alcançou o corredor ecológico entre o Parque Nacional da Serra da Capivara e a Serra das Confusões.

Foto: Reprodução

Com o reconhecimento do Governo Federal, o município pode agora solicitar recursos do ministério para o restabelecimento de serviços essenciais à população afetada e reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados. Após o pedido, a equipe técnica da Defesa Civil analisará os valores e as metas a serem alcançadas.

O Governo Federal reconheceu ainda a situação de emergência em outros 15 municípios brasileiros da região Norte, Nordeste e Sul. Desses, a maioria é afetado pela estiagem, enquanto os demais são por erosão de margem fluvial e chuva de granizo. 

Estiagem - Lagoa da Canoa, em Alagoas; Itiúba, Livramento de Nossa Senhora e Serra Preta, na Bahia; Boa Viagem, no Ceará; Pombos, em Pernambuco, e Major Sales e São Fernando, no Rio Grande do Norte. No Sul do País, as cidades de Cascavel, Mato Rico e Moreira Sales, no Paraná, também sofrem com a falta de chuvas. A seca, período mais prolongado de ausência de chuva, é sentida em Equador, município potiguar. 

Chuva de granizo - duas cidades na região Sul - Campo Largo (PR) e Ijuí (RS) - receberam o reconhecimento por conta de chuva de granizo. 

DeslizamentoO decreto contempla o município de Canutama, no Amazonas, onde foi identificada erosão de margem.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário