• Enem
  • Premium Outlet
  • Salve Maria
  • Jovens escritores 2019
  • Banner paraíba
  • AZ no rádio
  • cachoeir piaui
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Filho do prefeito Firmino é preso pela PRF por dirigir alcoolizado

Após ser dada ordem para que o condutor desembarcasse do veículo, ele se evadiu do local, desobedecendo a determinação dos agentes.

09/05/2019 17:02h - Atualizado em 09/05/2019 19:28h

O filho do prefeito Firmino Filho (PSDB) e da deputada Luci Soares (Progressistas) foi preso pela Polícia Rodoviária Federal pouco depois do meio-dia desta quinta-feira (9), no município de Piripiri, na altura do km 198 da BR 343.

Bruno Silveira, de 21 anos, estava num veículo modelo Jeep Renegade e foi abordado por agentes durante fiscalização de rotina. Segundo informou a PRF, por meio de nota, após ser dada ordem para que o condutor desembarcasse do veículo, ele se evadiu do local, desobedecendo a determinação dos agentes.

A PRF, então, fez o acompanhamento tático do veículo até a devida abordagem. Ainda de acordo com a PRF, o condutor apresentava indícios de ingestão de bebida alcoólica e se recusou a realizar o teste do etilômetro.

Por conta da negativa em realizar o teste, os policiais rodoviários confeccionaram um termo de constatação, e um laudo médico indicou o uso de bebidas alcoólicas.

Bruno foi enquadrado no artigo 330 do Código Penal (desobediência a ordem legal de funcionário público) e no artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência). 

A pena para o primeiro crime é de detenção de 15 dias a seis meses, e multa. Enquanto para o crime de trânsito citado a pena é de detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

Bruno Silveira foi conduzido à delegacia de Polícia Civil da cidade de Piripiri.

Somente em 2019, 19.702 pessoas foram submetidas ao teste do etilômetro nas rodovias federais do estado do Piauí, sendo que 385 foram autuadas e 80 foram detidas por estar conduzindo veiculo automotor sob a influência de álcool.

Prefeito diz que não vai se manifestar

Por meio de nota, a assessoria do prefeito Firmino Filho informou que "ele não vai se pronunciar sobre o ocorrido, pois trata-se de uma questão pessoal e familiar”.

Por: Da Redação

Deixe seu comentário