Feriado de Finados: 10 mil veículos passam pelas BR’s piauienses em 24 horas

Fluxo aumentou bastante, sobretudo em direção ao litoral piauiense pela BR-343. PRF intensifica a fiscalização e orienta motoristas.

31/10/2020 10:01h

Compartilhar no

Com a chegada do feriado prolongado do Dia de Finados, comemorado na próxima segunda-feira (02), o fluxo de veículos pelas rodovias piauienses já teve um aumento considerável. São pessoas que deixam a capital Teresina em direção ao interior e ao litoral. E mesmo em um período de pandemia, a Polícia Rodoviária Federal já registrou um acréscimo na quantidade de deslocamentos.

Apenas nas primeiras horas desta sexta-feira (30), cerca de 10 mil veículos transitaram pela BR-343, que leva ao litoral piauiense e ao Ceará. O dado foi fornecimento pela PRF neste sábado (31). Em alguns pontos, foram registrados lentidão no fluxo do trânsito, mas nada que atrapalhasse o deslocamento.

Por conta desse aumento na quantidade de carros, ônibus e motos indo e vindo pelas rodovias federais que cortam o Piauí, a PRF está impedindo o trânsito de veículos de carga com dimensões ou pesos excedentes em trechos de pista simples das 16h às 22h da sexta (30), na manhã de hoje (31), das 6h às 12h; e na tarde da segunda-feira (02), das 16h às 22h.


Foto: O Dia

A polícia também está dando orientações sobre os limites de velocidade e a realização de manobras arriscadas como ultrapassagens. “É para ultrapassar somente quando houver plenas condições de segurança e sem desviar a atenção do trânsito. Tem que manter também distância de segurança em relação aos demais veículos”, orienta o inspetor Alexandro Lima, porta-voz da PRF-PI.

Em caso de restrição de visibilidade em razão de condições climáticas desfavoráveis, a orientação é diminuir a velocidade, sem freadas bruscas; manter o farol baixo ligado (nunca usar farol alto); manter sempre uma distância segura em relação ao veículo que está à frente; sinalizar qualquer mudança de direção; não parar no acostamento (mas se precisar, procurar fazer o mais afastado possível da pista) e após imobilizado, ligar o pisca-alerta; atravessar a cortina de fumaça/neblina somente em caso de visibilidade suficiente e sempre que visualizar focos de incêndios às margens das rodovias federais, disque 191.

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário