• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Fábio Abreu nega ameaça após prints de suposto ataque viralizar

Conversas compartilhadas nas redes sociais falavam sobre possível atentando a uma escola particular de Teresina na manhã de hoje (20).

20/09/2019 10:22h - Atualizado em 20/09/2019 18:13h

O secretário de Segurança Pública do Piauí, o capitão Fábio Abreu, negou nesta sexta-feira (20) que os prints contendo ameaças de um suposto ataque a uma escola particular de Teresina sejam verídicos. Segundo ele, a conversa que circula nas redes sociais ocorreram no estado de Santa Catarina.



Leia também:

Piauí registrou 15 mortes a cada cem acidentes nas BR's em 2018 


A polêmica iniciou na noite de ontem (19) quando dois ex-alunos da escola teriam postado em grupo de Whatsapp prints de um caso que aconteceu no Sul do país afirmando se tratar de uma ameaça à escola teresinense. 

Conversas divulgadas nas redes sociais sobre possível atentado. (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Alunos da escola viram as imagens e compartilharam em outros grupos, chegando aos pais de alunos com uma mensagem alertando sobre um suposto atentado que ocorreria na manhã de hoje, às 8h40.

"Fizemos contato com a Inteligência da Polícia Civil e parte daqueles prints é de Santa Catarina, quando mostra aquela arma, a arma é de um jovem que também expôs essa arma em Balneário Camboriu, não procede", afirma o secretário de Segurança.


Apesar de se tratar de uma Fake News, uma equipe da Polícia Militar esteve na manhã de hoje em frente a escola para averiguar a possível ameaça. O secretário esclareceu ainda que a Polícia Civil continuará a apurar informações sobre o caso.

Aguarde mais informações.

Por: Nathalia Amaral

Deixe seu comentário