• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Estudante agride árbitra durante jogo de futsal em Parnaíba

A partida havia terminado em briga entre os times e a árbitra, de nome Eliete, aplicou três cartões vermelhos. O jovem acabou lhe desferindo socos no rosto após a expulsão.

04/06/2019 07:30h - Atualizado em 04/06/2019 12:04h

Uma competição esportiva na Universidade Federal do Delta do Parnaíba, Campus Ministro Rei Velloso, terminou em uma briga entre os jogadores dos cursos de Ciências Contábeis e Engenharia de Pesca. A árbitra da partida, identificada apenas como Eliete, tentou controlar a confusão e cartões em vermelhos em três jogadores. Um deles acabou agredindo a árbitra com três socos no rosto. O momento foi gravado em vídeo por torcedores que acompanhavam a partida. O time do estudante precisou intervir para evitar que ele continuasse com as agressões físicas a Eliete. Veja o vídeo.


O estudante que agrediu a árbitra foi identificado como sendo Rodrigo Quixabá, estudante de Engenharia de Pesca. O vídeo que registrou o momento da agressão foi amplamente compartilhado nas redes sociais, sobretudo no Twitter, se tornando um dos assuntos mais comentados do site, com a hashtag “Ufpi” entrando para o Trending Topics.

“Em época que agressões às mulheres são mais escondidas que denunciadas, nos deparamos com cenas como esta: um homem que não soube lidar com a autoridade de uma mulher dentro de campo, teve a ousadia de agredi-la diante de todo mundo. Denunciem sempre”, escreveu um usuário do Twitter, Rodrigo Silva.

A deputada Erika Kokay (PT-DF) também comentou a agressão: “Covardia inaceitável! Um homem leva cartão vermelho e dá 3 socos no rosto de uma mulher! O agressor: “Um cidadão de bem”. A vítima:  uma árbitra que costuma apitar os jogos na UFPI/Parnaíba-PI. Até quando? [sic]”, escreveu.

O diretor da Universidade Federal Delta do Parnaíba, Alex Marinho, disse que a instituição já tomou as devidas providências. O Diretório Acadêmico já denunciou o estudante formalmente junto à Delegacia da Mulher, registrou Boletim de Ocorrência, e a árbitra Eliete passou por um exame de corpo de delito. A universidade informou ainda que vai abrir sindicância para apurar o acontecido e punir o jovem em âmbito interno da própria instituição. O time de Rodrigo Quixabá também já foi eliminado da competição.

A Universidade do Delta do Parnaíba também se manifestou por meio de nota.


Foto: Facebook/Alex Marinho


Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário