• SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Armados, homens invadem casa de vereador e rendem família

A ação durou cerca de uma hora e os criminosos levaram objetos pessoais, como joias e celulares, além de aparelhos eletrônicos

15/06/2019 10:26h - Atualizado em 16/06/2019 15:36h

Por volta das 6h da manhã deste sábado (15) cerca de dez homens armados e encapuzados invadiram a residência do vereador Ítalo Barros (PTC) e fizeram ele e sua família de reféns. A ação durou cerca de uma hora e os criminosos fizeram um arrastão, levando objetos pessoais, como joias e celulares, além de aparelhos eletrônicos.


Segundo o parlamentar, quatro homens renderam sua mãe e conseguiram adentrar o imóvel, abordando seu pai em seguida. Um carro estava dando cobertura na ação, onde se encontravam outros bandidos. “Eles não foram agressivos de forma alguma, mas teve um momento de extremo risco, que foi quando eles quebraram a porta do meu quarto. Como eu não sabia o que estava acontecendo, eu fui gritando para saber o que estava acontecendo e eles me acuaram”, disso.

Os criminosos relataram que no local haveria muito dinheiro, mas não encontraram nada (Foto: Ascom Ítalo Barros)

O vereador conta ainda que em um determinado momento os criminosos entraram em discussão entre eles. “Eles disseram que tinham recebido uma ‘parada’, que lá teria muito dinheiro, mas que viram que não tinha, e que também não sabiam que eu era vereador. Também falaram que achavam que alguém tinha dado uma parada errada para acontecer algo comigo e com eles e me questionaram que eu tinha alguma inimizada muito forte”, relata.

A família foi trancada em um quarto e os criminosos deram uma tolerância de 10 minutos, tempo para que eles pudessem fugir da residência. As câmeras de segurança do imóvel estão em manutenção e no momento do ocorrido não estavam funcionando.

O vereador conta ainda que a Polícia Militar foi acionada até o local e que o Boletim de Ocorrência já foi registrado. “A polícia veio aqui, nos deu toda a assistência e agora estamos aguardando a polícia abrir uma investigação sobre isso”, finaliza o vereador Ítalo Barros.

Por: Isabela Lopes

Deixe seu comentário