Em Teresina, Taça da Copa terá segurança aérea, aquática e terrestre

A taça viaja pelo mundo desde setembro de 2013 e já visitou 21 estados brasileiros. Em Teresina, espera-se uma média de 15 mil visitantes.

20/05/2014 15:16h - Atualizado em 20/05/2014 17:32h

Compartilhar no

Para garantir aos torcedores um dia seguro e tranquilo, a Polícia Militar do Piauí está com um grande esquema de segurança montado durante a passagem da Taça da Copa do Mundo que acontece nesta quarta-feira (21), na Nova Potycabana. O evento terá início às 9h.

Todas as modalidades da polícia estão convocadas para montar o esquema. Policiais do Bope, Rone, Cavalaria, Serviço de Inteligência, Tropa de Choque e do Ronda Cidadão irão compor o policiamento do evento.

O coordenador de Segurança da Nova Potycabana, tenente Carnos Bezerra, informou que haverá policiamento terrestre, aquático e aéreo e que os torcedores podem ficar tranquilos quanto à cobertura policial do local.

“Trata-se de um evento internacional. Hoje todos os olhares do mundo inteiro estão voltados para a taça, tendo em vista, que ela é o símbolo da Copa. Toda a polícia estará empenhada para proporcionar um dia tranquilo aos visitantes, pois temos uma grande responsabilidade. Por isso, estamos montando um forte esquema de segurança, que vai desde a chegada da taça até sua saída”, afirmou.

A taça viaja pelo mundo desde setembro de 2013 e já visitou 21 estados brasileiros. Em Teresina, espera-se uma média de 15 mil visitantes.

Evento

Para o evento, serão disponibilizados quatro acessos para a população, sendo que um deles destinados a 1.200 alunos das escolas públicas municipais e estaduais. A programação inclui ainda shows de dançarinos e DJs durante o evento.

Além disso, o evento contará com a presença do ex-jogador e pentacampeão da Seleção Brasileira, Rivaldo Vítor Borba Ferreira, que receberá 30 crianças da escolinha de futebol do Residencial Esplanada e ícones do futebol piauiense.

O Governo do Estado será representado pelo secretário da Educação, Alano Dourado, e a presidente da Fundação Estadual de Esportes, Janayna Menezes.

Contra carga horária excessiva, PMs ameaçam greve no Piauí

O aumento no número de policiais nas ruas não está agradando aos cabos e soldados do Piauí. Isso porque, a sensação de maior segurança é garantida retirando as folgas e outros direitos dos policiais. Em protesto contra a carga horária excessiva e os baixos salários, os militares se reúnem em assembleia, amanhã, para discutir a possibilidade de greve no Estado. Na ocasião, os PMs vão paralisar as atividades. (Saiba mais)


Compartilhar no
Edição: PortalODIA.com

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas