Em Curimatá, vereador é suspeito de esfaquear segurança do prefeito

O vereador teria chegado ao local filmando as obras da praça, quando em determinado momento houve um desentendimento com a vítima.

26/11/2021 10:14h

Compartilhar no

O vereador da cidade de Curimatá, Reidan Kleber Maia de Oliveira, é suspeito de ter esfaqueado o chefe de segurança do gabinete do prefeito Valdecir Júnior. O crime aconteceu no final da tarde de ontem (26), no canteiro de obras da Praça de Eventos Osmar Carvalho Guerra Filho, no bairro Nova Curimatá, minutos após o prefeito deixar o local.


Leia também: Acidente com ambulância deixa homem morto em Gilbués, no Sul do Piauí 

De acordo com o comandante do 7º BPM de Curimatá, o capitão Marcos Antônio Gomes, o vereador teria chegado ao local filmando as obras da praça, quando em determinado momento houve um desentendimento com a vítima, identificada como Gilvan Ribeiro. “O vereador não estaria concordando com essa obra e chegou filmando, mas passou dos limites e partiu pra agredir o funcionário da prefeitura”, afirmou o comandante.

Foto: Reprodução/Facebook

 A vítima foi atingida por três golpes de faca na região da cabeça, da lombar e do braço. De acordo com o capitão Gomes, o vereador estaria armado com um facão e o segurança que participou do crime com uma peixeira.

“Um golpeava do lado e o outro golpeava do outro. A vítima tem duas perfurações bem grandes na cabeça e na lombar, e teve também um ferimento de defesa no braço direito. Ele deve ter se protegido com o braço e levou esse corte perto do cotovelo”, afirmou o comandante do 7º BPM.

A vítima foi socorrida e encaminhada ao hospital do município, mas já recebeu alta hospitalar e está em casa. Os dois suspeitos se evadiram do local do crime antes da chegada da Polícia Militar e até o momento não foram presos. As investigações sobre o caso estão sendo conduzidas pela Delegacia de Polícia Civil de Curimatá.

O vereador não foi localizado pela reportagem do O Dia. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário