Em 9 dias, polícia registra quatro casos de pais que estupraram as filhas no PI

Nesta sexta-feira, um funcionário da Sasc foi preso acusado de ter abusado da própria filha de apenas 3 anos. em 2017, zona Leste de THE já teve 29 casos de estupro de vulneráveis.

14/07/2017 14:48h - Atualizado em 14/07/2017 14:54h

Compartilhar no

A Polícia Civil do Piauí registrou, em apenas 9 dias, quatro casos de pais presos acusados de estuprar as próprias filhas em cidades do interior e do litoral do Piauí. Em pelo menos três casos, as vítimas tinham apenas 13 anos. O último registro se deu hoje (14), quando um funcionário da Sasc (Secretaria de Assistência Social e Cidadania) foi preso em Teresina, suspeito de ter estuprado a filha de 3 anos.

O inquérito foi aberto pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítima (DPCA) e o caso vinha sendo investigado há pelo menos um mês, após denúncias da mãe da criança. A informação é do delegado Jetan Pinheiro, gerente de policiamento especializado da Polícia Civil. De acordo com ele, foram feitos exames de corpo de delito na menina, que comprovaram ter havido agressões.


Delegado Jetan Pinheiro (Foto: Arquivo O Dia)

Ainda hoje pela manhã, a Delegacia da Mulher prendeu outro homem acusado de ter cometido um estupro contra a própria filha, desta vez em Parnaíba. J.B.S foi abordado por uma guarnição da Polícia Militar e teria tentado atear fogo na própria casa quando os policiais se aproximaram. Na residência foram encontradas armas longas e munições. O caso está sob investigação pela delegada Maria de Jesus Basto.

Outros casos

No último dia 05, um homem identificado como Alfredo Carlos de Sousa, mais conhecido como Carlito, foi preso suspeito de estuprar a própria filha de 13 anos.  A prisão aconteceu na Localidade Barra Funda, na zona Rural do município de São Julião do Piauí. Na ocasião, a delegada Robianne Nunes, que investiga o caso, informou que os estupros aconteciam há pelo menos dois anos.

Já na última segunda-feira (10), foi preso em Buriti dos Lopes um homem suspeito de estuprar a filha, também de 13 anos.  Em entrevista ao PortalODia.com, a delegada Rafaela Bezerra informou que a prisão foi em caráter preventivo para que fossem apuradas as circunstâncias do crime.

Números preocupam

De acordo com o levantamento feito pelo Conselho Tutelar, somente na zona Leste de Teresina foram registrados 63 casos de estupros em 2016 e 29 casos de janeiro até esta segunda semana de julho. Para o conselheiro tutelar Djan Moreira, os dados refletem uma realidade cruel vivida pelas nossas crianças hoje em dia.


Conselheiro tutelar Djan Moreira (Foto: Arquivo O Dia)

Comentando aos casos de pais suspeitos de estuprar as filhas registrados nos últimos dias, o conselheiro afirma: “É inadmissível isso, porque as pessoas que deveriam proteger e ensinar a elas o que a vida tem de bom, se tornam seus algozes. Há uma completa inversão de valores”. Ele reitera o papel da Rede de Atuação Estadual e orienta as pessoas que tiverem denúncias a fazer a entrar em contato com o Conselho Tutelar pelos telefones 3236-8841 ou 99460-0654. Há ainda o Disque 100, que funciona em todo o país. As denúncias são feitas anonimamente.

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário