Dupla é presa em Gilbués transportando 91 tabletes de maconha

Suspeitos disseram à Polícia que seguiam de Goiânia (GO) a Brejo da Cruz (PB), e que escolheram o Piauí como rota porque acreditavam que a fiscalização do estado seria frágil.

12/06/2017 13:46h

Compartilhar no

A Polícia Militar do Piauí efetuou a prisão de dois homens que estavam transportando numa picape 91 tabletes de maconha prensada. O flagrante ocorreu no município de Gilbués, 825 km a sudoeste de Teresina, e a dupla disse aos policiais que estava trazendo a droga da cidade de Goiânia, capital de Goiás, tendo como destino o município de Brejo da Cruz, na Paraíba, cidade de origem dos dois suspeitos.

Eles foram identificados como Wilson Robson de Oliveira da Silva, de 35 anos, e Pedro de Freitas García, de 22 anos, e serão autuados por tráfico de drogas.

Os tabletes da maconha apreendida totalizaram 84,7 kg. Segundo o major Hortêncio, comandante do 7º Batalhão da PM, em Corrente, a droga estava guardada num fundo falso da picape. E o veículo foi encontrado num matagal situado próximo à zona urbana de Gilbués.

Os suspeitos foram descobertos depois de terem brigado entre si num bar da cidade. "Eles estavam hospedados num hotel de Gilbués e foram beber na noite deste domingo, mas houve um desentendimento entre eles e chegaram às vias de fato. A população, então, acionou a Polícia e um deles foi preso ainda na noite de domingo. O outro conseguiu fugir, mas o que foi detido confessou que estavam transportando uma quantidade de droga, e que o veículo estava escondido num matagal", relata o major Hortêncio.

Ainda de acordo com o oficial, os suspeitos deixaram a picape próximo à residência de uma família e disseram que o carro havia quebrado. "Na realidade, o fundo falso onde a droga estava armazenada que quebrou, e, por conta disso, cerca de trinta tabletes caíram na estrada, quando eles ainda estavam em Goiás. Depois que descobriram a abertura no fundo falso, eles fizeram uma gambiarra e vieram devagar para não perder mais droga. Aí pararam na cidade de Gilbués e estavam procurando alguém que consertasse o veículo para seguirem viagem", acrescenta o major.

Os suspeitos ainda disseram aos policiais militares que decidiram vir pelo Piauí por acreditarem que a fiscalização seria mais frágil. "Eles admitiram que já tinham transportado drogas em outras ocasiões, mas sempre iam pelo estado da Bahia. Desta vez resolveram vir pelo Piauí, pois acreditavam que a fiscalização seria menor, e acabaram caindo. Imagina se tivesse fiscalização", ironizou o major Hortêncio.

A prisão da dupla foi efetuada por policiais do Grupamento da PM em Gilbués, com o apoio da Força Tática de Corrente.

Compartilhar no
Por: Cícero Portela

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário