Detento morre após ser levado para capinar propriedade de agente

Sejus informou "que está sendo aberto um procedimento administrativo e que a Polícia Civil instaurou, a pedido da secretaria, um inquérito policial para investigar o caso".

04/04/2019 12:13h

Compartilhar no

Um detento da Unidade de Apoio Prisional Valter Alencar, em Altos, morreu depois de ter sido levado para capinar uma propriedade rural de um agente penitenciário.

A informação foi confirmada pela Secretaria de Justiça do Estado. Por meio de nota, o órgão informou "que está sendo aberto um procedimento administrativo e que a Polícia Civil instaurou, a pedido da secretaria, um inquérito policial para investigar o caso".

Reginaldo Correia, diretor da Unidade de Administração Penitenciária, afirma que a Sejus tomou todas as providências cabíveis a nível administrativo e criminal.

"Assim que tomamos conhecimento da morte do detento, fomos imediatamente até a unidade. O Instituto de Medicina Legal foi acionado, e os agentes envolvidos foram levados até a Central de Flagrantes. A Polícia Civil vai investigar o caso e a secretaria também fará uma investigação administrativa", afirmou Reginaldo à reportagem.


Compartilhar no
Por: Cícero Portela

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário