Delegado Regional de Esperantina é assassinado em Fortaleza

Lucas Craveiro tinha 26 anos e visitava a família no Ceará.

17/03/2014 07:35h - Atualizado em 17/03/2014 14:03h

Compartilhar no

Os três suspeitos de envolvimento no latrocínio que vitimou o delegado regional de Esperantina, Lucas Craveiros Alves, foram presos em Fortaleza, local onde o crime aconteceu.

Segundo o delegado James Guerra, a arma que estava com a vítima foi apreendida, além de outros dois revólveres usados na ação dos criminosos. 

Eles foram descobertos a partir um dos envolvidos, que foi ferido pelo delegado e procurou ajuda médica. "Ele mesmo declinou os outros dois", disse James Guerra.

A polícia do Ceará também prendeu mais três traficantes que estariam dando coberturas aos acusados.

Atualizada às 14h

O delegado Geral James Guerra deu detalhes do momento em que o Lucas Craveiro foi assassinado. Ele diz que a ação foi praticada por três homens que se aproximaram em um carro preto na hora em eque o delegado saía de um fast-food no shopping Iguatemi em Fortaleza. 

"Ele estava entrando no próprio veículo quando os três indivíduos chegaram anunciando um assalto. Parece que o delegado reagiu e ainda conseguiu balear um na perna antes de ser atingido pelas costas com três tiros", diz. 

O bandido que foi ferido já foi preso na manhã de hoje (17) quando procurou ajuda médica em um hospital de Fortaleza. A equipe da Delegacia de Homicídios de lá está cuidado do caso e já adiantou para a Delegacia Geral do Piauí que está em diligências a procura dos outros dois envolvidos. Um grupo de policiais do Greco foi deslocado para Fortaleza para ajudar a polícia civil cearense nas investigações.

Atualizado às 10h25min

O delegado regional de Esperantina, Lucas Craveiros Alves (foto ao lado), foi assassinado na noite de ontem (16) na saída de um shopping em Fortaleza. Ele estava no visitando a família quando foi alvejado com vários disparos que o atingiram nas costas. A Polícia Civil cearense ainda não tem a identificação do autor dos tiros e nem a motivação do crime, mas acredita na possibilidade de latrocínio.

O delegado geral do Ceará, Andrade Júnior, informou o fato ao Sindepol (Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Piauí) nas primeiras horas da manhã de hoje (17). Segundo a presidente do sindicato, delegada Andrea Magalhães, o corpo ainda não foi removido do local porque a perícia ainda está sendo feita. “Nós já estamos enviando representantes legais do Piauí para acompanhar as diligências”, diz.

Lucas Craveiro tinha 33 anos e atualmente respondia pela delegacia regional de Esperantina. E era considerado como um dos mais competentes que o Estado possuía, de acordo com a delegada Andrea Magalhães. “A Polícia Civil do Piauí amanheceu de luto e nós lamentamos a perda não só de um homem de bem, mas de um homem da lei que realizava um trabalho exemplar e se mostrava generoso e humilde com qualquer pessoa que a ele recorresse”, declara.

Em nota de pesar divulgada hoje, o Sindepol lamenta a morte do delegado.


"Nota de Pesar

O Sindicato dos Delegados de Polícia Civil de Carreira do Estado do Piauí está de luto com a perda do Delegado Lucas Craveiro Alves, de 26 anos, titular da Delegacia de Esperantina. Ele foi assassinado em Fortaleza.

Nesse momento de dor e sofrimento prestamos nossa solidariedade aos familiares e amigos do Delegado".


Andréa Magalhães

Presidente do Sindepol


Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário