Campo Maior: preso vai a julgamento com celular dentro da cueca

Trio estava sendo julgado por assalto a ônibus da Guanabara no ano passado.

28/03/2014 09:31h

Compartilhar no

A audiência de interrogatório dos acusados de assaltar o ônibus da Guanabara em Campo Maior, que aconteceu nessa quinta-feira (27) teve um desfecho diferente. Após uma vistoria dos agentes penitenciários, feita dentro do Fórum de Campo Maior, foi encontrado um celular em poder dos presos.

Os quatro acusados foram encaminhados para o 1º Distrito Policial, onde serão interrogados pela delegada Thaís Lages Paz.  Foram levados para a delegacia Antônio Francisco Barbosa Lima, o Corró, Francisco Lins de Oliveira, o Manin, Josivan Medeiros, o Pardal, e Antônio Alberto, o Betinho.

Foto: Portal Campo Maior

Julgamento dos acusados acabou tendo que ser suspenso

O celular apreendido pelos agentes penitenciários estava em poder Betinho, que escondia o aparelho dentro da cueca.  A polícia deverá abrir inquérito para saber quem repassou o celular para o acusado, que responde juntamente com os demais pelos crimes de roubo e formação de quadrilha. O assalto aconteceu em outubro do ano passado.

De acordo com os agentes penitenciários do GEO (Grupo Especial de Operações) da Secretaria de Justiça, foram ouvidas 15 testemunhas no processo, mas a audiência foi suspensa no momento da apreensão pelo juiz Edson Alves e será retomada no dia 02 de maio desse ano.

Compartilhar no
Fonte: Portal Campo Maior

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário