Alunas do Premem/Sul denunciam professor por assédio sexual

As estudantes relataram que os assédios ocorreram durante estágio obrigatório na Maternidade Evangelina Rosa.

19/07/2017 18:00h

Compartilhar no

Três estudantes do Curso Técnico em Enfermagem do Centro de Educação Profissional para a Saúde (CEEPS) Monsenhor José Luis Barbosa Cortez, o Premem/Sul, denunciaram que sofreram assédio sexual por um professor da instituição de ensino durante estágio obrigatório realizado na Maternidade Evangelina Rosa.

Segundo a titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher Centro (DEAM/Centro), a delegada Vilma Alves, as alunas relataram que os assédios ocorreram no mês de junho deste ano. Ao se sentirem constrangidas, as alunas procuraram a direção da escola e, em seguida, registraram um boletim de ocorrência contra o professor na Delegacia da Mulher Centro.

Na manhã de hoje (19), as vítimas, que são maiores de idade, e o suspeito compareceram para uma audiência com a delegada Vilma Alves. De acordo com a delegada, durante o depoimento, o suspeito negou ter assediado as estudantes. Já as estudantes, afirmaram que o professor fazia propostas “indecorosas” durante as aulas e que o assédio ocorreu em momentos diferentes.

A delegada esclarece que o processo agora será encaminhado para o judiciário. “Esse tipo de denúncia é muito comum. Como é que os machistas tratam as mulheres? Como uma coisa, as mulheres não são vistas, não são honradas”, lamenta a titular da Delegacia da Mulher.

Compartilhar no
Por: Nathalia Amaral

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário