• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Agiota recolhia cartões de vítimas para garantir pagamento de dívida

Clécio Soares Rodrigues retinha os cartões da vítima e enquanto cobrava a dívida, fazia saques de benefícios sociais das contas delas.

19/09/2019 11:31h

Um homem identificado como Clécio Soares Rodrigues foi preso pela Polícia Civil de Marcos Parente por fazer agiotagem e recolher os cartões magnéticos e documentos de suas vítimas para garantir que elas pagassem a dívida contraída com o empréstimo. Segundo informações da Secretaria de Segurança, uma vez de posse dos documentos, ele ainda fazia saques de benefícios sociais nos nomes das vítimas.


Leia também:

Homem é preso acusado de arrombar carros da Capital 

Sobe para 10 o número de presos em operação contra roubos em Teresina 


Clécio foi detido nesta quinta-feira (19) e com ele foi apreendida uma grande quantidade de cartões magnéticos e documentos diversos. As investigações foram conduzidas pela delegacia regional de Guadalupe após o recebimento de denúncias anônimas. A prisão do acusado se deu em cumprimento a um mandado de prisão expedido pelo juiz da Comarca de Marcos Parente.


Cartões encontrados na residência de Clécio Soares - Foto: Divulgação/Polícia Civil

De acordo com o delegado Moisés Linhares, Clécio se apropriava dos bens e rendimentos dos idosos e lhes dava aplicação diversa. A pena prevista para este tipo de crime é de um a quatro anos de reclusão e pagamento de multa. Além disso, por reter os documentos de suas vítimas com o objetivo de assegurar o recebimento ou ressarcimento da dívida, ele pode pegar ainda de seis meses a dois anos de reclusão.

Clécio foi autuado e encaminhado para a delegacia regional de Guadalupe, onde permanece detido.

Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário