• show Legião Urbana
  • casa gourmet 2018
  • TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

Acusado de assassinar funcionário do PT é preso na zona Sudeste

O latrocínio ocorreu no início de novembro. O suspeito foi preso na manhã desta sexta-feira (07) e confessou, alegando que a vítima reagiu ao assalto.

07/12/2018 09:26h

A Polícia Civil prendeu na manhã desta sexta-feira (07) um dos acusados de assassinar um funcionário do Partido dos Trabalhadores (PT) durante um assalto no início de novembro. O acusado foi identificado como Jônatas Patrik Sirqueira Araujo, conhecido popularmente como Pitchula. 

Foto: Divulgação/Polícia Civil

De acordo com a polícia, a vítima, identificada como João Felipe Ferreira, estava sentado em um banco de praça Novo Milênio, no bairro Todos os Santos, conversando com um colega quando foi abordado por dois indivíduos que, munidos de uma arma de fogo, anunciaram o assalto.  “Eles recolheram o celular de João e de seu amigo, e, após isso, Jônatas efetuou um disparo na região do peito direito da vítima e fugiu do local com seu parceiro na moto, também roubada dos dois amigos”, explica o delegado. João ainda ficou dois dias internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e não resistiu aos ferimentos. 

O funcionário do PT morreu no HUT após ser baleado em assalto. (Foto: Reprodução/Facebook)

O acusado foi preso em uma residência localizada no bairro Monte Horebe, zona sudeste desta Capital. De acordo com o delegado Jarbas Lima, Jônatas confessou a prática do latrocínio e alegou em sua defesa que cometeu o crime porque estava sob efeito de drogas e porque a vítima teria reagido. A equipe de investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa continua em diligências para prender o outro autor do latrocínio.

Edição: Viviane Menegazzo
Por: Lucas Albano

Deixe seu comentário






Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado