Acidente com ônibus deixa 18 mortos e 23 feridos

De acordo com PRF, boa parte das vítimas não usava cinto de segurança.

18/05/2014 13:15h - Atualizado em 18/05/2014 19:23h

Compartilhar no

šltima atualização às 19h14

Um grave acidente envolvendo um ônibus da Viação Princesa dos Inhamuns deixou 18 pessoas mortas e outras 23 feridas, na manhã deste domingo (18). Ao todo, 41 pessoas estavam no ônibus, sendo 39 passageiros, o motorista e outro funcionário da empresa de transporte terrestre.

Os números foram confirmados pelo Comando de Policiamento do Interior da PM do Ceará.

O acidente ocorreu no km 304 da BR 020, no município de Canindé (CE). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o ônibus partiu às 7 horas do município de Boa Viagem, na região central do Ceará, e tinha como destino a capital, Fortaleza, que fica a 221 km de distância. O acidente ocorreu na metade do trajeto, por volta das 8h30.

O motorista do ônibus não sofreu lesão grave. € PRF, ele disse ter perdido o controle da direção depois de realizar uma frenagem brusca para evitar a colisão com um motociclista que trafegava logo à frente, e reduziu a velocidade de forma abrupta.

Sem controle, o ônibus acabou saindo da pista e tombando. Muitos passageiros estavam sem cinto de segurança e foram arremessados para fora do veículo. Segundo testemunhas, os corpos das vítimas ficaram mutilados.

Informações preliminares colhidas por agentes da PRF no Ceará apontam que boa parte dos sobreviventes sofreram ferimentos graves, mas todos já foram socorridos. 

Do total de mortos, 16 foram confirmados ainda no local do acidente. Outras duas pessoas morreram no hospital de Canindé, e 17 sobreviventes receberam atendimento no município.

Seis vítimas que estavam com quadros mais críticos foram levadas diretamente para Fortaleza, em dois helicópteros da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas da Secretaria de Segurança do Ceará. Até a última atualização desta notícia, ainda não haviam informações oficiais sobre o estado de saúde dos sobreviventes socorridos na capital.

Durante toda a tarde do domingo, o trabalho dos agentes da PRF, dos PMs e dos bombeiros se concentrou na remoção dos corpos dos passageiros que foram vitimados fatalmente. Alguns estavam irreconhecíveis.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário