“Irmãos do crime” acusados de tráfico e porte ilegal de arma são presos em Teresina

É provável ainda que a dupla esteja envolvida no homicídio de Tiago Silva, um jovem de 22 anos, que foi morto a tiros no último sábado (27), no bairro Parque Brasil II, zona Norte da capital

29/11/2021 17:45h - Atualizado em 29/11/2021 17:54h

Compartilhar no

Dois irmãos, identificados apenas como Jefferson e Fábio, foram presos na tarde desta segunda-feira (29), acusados de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Ambos tem uma extensa ficha criminal e já foram detidos diversas vezes por roubo e homicídio. Os dois homens foram encontrados em uma boca de fumo, no bairro Parque Brasil, zona Norte de Teresina.


Leia também: Final de semana foi violento com a ocorrência de 10 homicídios no Piauí 

Irmãos do crime. (Foto: Jailson Soares/ODIA)

De acordo com Erlon Viana,  chefe da investigação do 22º Distrito Policial, os irmãos estão na vida do crime desde a adolescência e não querem trabalhar, estudar ou contribuir para a sociedade. “São dois criminosos natos, irrecuperáveis. Eles têm crimes de homicídio e são especialistas em roubo. Sempre os mesmos. Dessa vez, estão sendo apresentados com porções de crack e arma de fogo”, comenta Erlon Viana. 

Chefe de investigação Erlon Viana. (Foto: Jailson Soares/ODIA)

Ainda segundo o chefe de investigação, é provável que a dupla esteja envolvida no homicídio de Tiago Henrique Martins da Silva, um jovem de 22 anos, que foi morto a tiros no último sábado (27), no bairro Parque Brasil II. “Ontem no Parque Brasil houve um crime de homicídio e tenho 80% de certeza que essa arma foi utilizada para cometer o homicídio. A morte se deu por conta de cobrança de tráfico e a boca de fumo onde eles estavam é bem próxima de onde ocorreu o crime”, explica.

(Foto: Jailson Soares/ODIA)

A dupla será apresentada à Polícia Civil para que seja realizado o procedimento referente ao porte de drogas e de arma irregular. Além disso, as equipes do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), irão realizar a perícia e prosseguir com as investigações. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário