• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Wellington Dias afirma que reunião com Jair Bolsonaro foi frustrante

Governador acredita que é preciso melhorar relacionamento entre União e Estados.

09/05/2019 08:06h

governador Wellington Dias (PT) demonstrou insatisfação ao fazer um balanço da reunião dos governadores com o presidente Jair Bolsonaro, realizada nessa quarta-feira (08) em Brasília. De acordo com Wellington, os governadores esperavam uma posição mais contundente de Bolsonaro a respeito das propostas de mudanças no pacto federativo alterações no texto da Reforma da Previdência , pontos abordados durante o encontro.

“Entregamos a proposta de um conjunto de projetos que permitem o resultado de um entendimento sobre a Reforma da Previdência e, desde então, esperamos uma resposta, que não tivemos. Então, foi frustrante porque no primeiro momento da reunião a gente caminhava para o final sem um saldo positivo, sem uma resposta”, disse Wellington, que falou em nome dos governadores do nordeste durante o encontro.


Segundo o governador, reunião terminou sem um saldo positivo. Foto: Divulgação

Os governadores do também cobraram de Jair Bolsonaro e dos presidentes da Câmara e do Senado avanços na tramitação de pautas de interesse dos estados, como a Cessão Onerosa , bônus de assinatura, e renovação do Fundeb. “Pudemos ver a boa vontade dos líderes da Câmara e Senado de abraçar direto no parlamento a pauta Brasil. Do ponto de vista do Congresso, tivemos uma posição clara e firme”, apontou Wellington Dias.

Ainda de acordo com Wellington, o ministro da Casa Civil, Onyz Lorenzoni, se comprometeu a estudar as temáticas e apresentar o posicionamento do governo federal em uma semana. “O que queremos é garantir que o país tenha uma pauta voltada para os temas que foquem a população”, disse o governador.

Durante o encontro dessa quarta-feira, o presidente da República e os presidentes da Câmara e do Senado receberam a Carta do Fórum dos Governadores, que reivindicam no documento a implementação de um plano abrangente e sustentável que restabeleça o equilíbrio fiscal dos Estados e do Distrito Federal.

Por: Natanael Souza

Deixe seu comentário