Você no Azul: Caixa lança campanha de renegociação de dívidas; confira

Caminhão da campanha passará por Teresina entre os dias 05 e 09 de outubro. Veja os canais de negociação e as condições.

10/09/2020 08:24h - Atualizado em 10/09/2020 14:30h

Compartilhar no

Caixa Econômica Federal lançou nesta quarta-feira (09) a campanha Você no Azul para renegociação de dívidas de contratos comerciais em atraso. A ação, que será realizada até 31 de dezembro de 2020, oferece condições especiais a clientes do banco para pagamento de dívidas em atraso e beneficia pessoas físicas e empresas.

Para renegociar a dívida, não é preciso sair de casa. A Caixa colocará à disposição de seus clientes alguns canais remotos. É possível, por exemplo, fazer a renegociação de seu contrato pelo WhatsApp através do 0800 726 0104, na Opção 3. A renegociação também poderá ser feita por telefone no número 0800 726 8060, na Opção 8. O cliente poderá ainda acessar o site da campanha Você no Azul para renegociar.

Um outro canal de atendimento será os caminhões Você no Azul, que vão percorrer todas as regiões do país durante a campanha. O caminhão visitará Teresina entre os 05 e 09 de outubro em local a ser ainda informado. Mas para quem preferir, pode solicitar atendimentos pelas redes sociais da Caixa. As condições também estão disponíveis pelo Twitter e pelo Messenger do Facebook.


Foto: O Dia

A campanha

A Campanha Você no Azul, da Caixa, abrange 3 milhões de pessoas físicas e 359 mil empresas, sendo que mais da metade dos clientes possuem dívidas de até R$ 3 mil. O público alvo da ação são clientes que estejam com dívidas vencidas no montante entre R$ 50 e R$ 5 milhões. As condições de negociação variam conforme a modalidade de crédito contratada e o período de atraso. Os descontos para pagamento à vista podem chegar a até 90% do valor da dívida.

Quem renegociar seus contratos terá seu nome retirado dos cadastros restritivos externos. “A campanha traz um alívio para os clientes que estão com dificuldade de pagamento”, ressaltou Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Da Redação

Deixe seu comentário