• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Equatorial fullbanner
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Elevado da Miguel Rosa é interditado após vídeo expor avarias

Governo confirmou interdição no início da noite. Crea-PI informou que fará vistoria na estrutura do viaduto nesta quarta-feira (15).

14/05/2019 17:59h - Atualizado em 14/05/2019 19:44h

O Corpo de Bombeiros realizou a interdição do elevado da Avenida Miguel Rosa nesta terça-feira (14), após começar a circular nas redes sociais e nos aplicativos de mensagens um vídeo em que um cidadão expõe avarias na estrutura dos alicerces do elevado, que foi inaugurado há menos de dois anos - em outubro de 2017.

A interdição foi confirmada pelo Departamento de Estradas de Rodagens (DER-PI) no início da noite, por meio de nota. O objetivo do bloqueio, segundo o órgão, é avaliar a atual situação da estrutura. "Em paralelo, a equipe de engenharia do Departamento de Estradas de Rodagem trabalha em uma averiguação completa  do viaduto para analisar a gravidade dos danos", diz a nota.

O DER-PI informou, ainda, que já notificou a Construtora Sucesso, empresa contratada pelo órgão para executar a obra.

"O Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER) vem a público informar que, acerca dos problemas encontrados na estrutura do elevado da Avenida Miguel Rosa (zona sul de Teresina), a Construtora Sucesso, empresa responsável pela obra, já está a par do problema e será notificada oficialmente nesta quarta-feira (15), para que a mesma tome as providências necessárias", informa o órgão.

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí determinou que o chefe de fiscalização da entidade avalie a existência de avarias no viaduto localizado no cruzamento da Avenida Miguel Rosa com a Avenida Presidente Getúlio Vargas, na zona sul de Teresina.

A vistoria foi determinada após o Conselho tomar conhecimento do vídeo que expôs as deteriorações. 

No vídeo, o cidadão mostra que a parte superficial do concreto de um dos pilares está ruindo, deixando à mostra as vigas de metal. Em seguida, ele questiona se isso seria normal para uma obra com tão pouco tempo de inauguração.

À reportagem do portal O DIA, o Crea-PI informou que só vai dar um parecer sobre a situação da estrutura depois que a vistoria for realizada.

Elevado da Avenida Miguel Rosa foi inaugurado há menos de dois anos (Foto: Elias Fontinele / O DIA)

O elevado da Avenida Miguel Rosa tem 320 metros de extensão e quatro pistas de 3,5 metros de largura cada uma. A obra foi executada pelo Departamento de Estradas de Rodagens do Piauí (DER-PI).

 

Leia a íntegra da nota do Governo do Estado sobre a interdição do elevado da Avenida Miguel Rosa:

O Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER) vem a público informar que, acerca dos problemas encontrados na estrutura do elevado da Avenida Miguel Rosa (zona sul de Teresina), a Construtora Sucesso, empresa responsável pela obra, já está a par do problema e será notificada oficialmente nesta quarta-feira (15), para que a mesma tome as providências necessárias.

O Corpo de Bombeiros Militar do Piauí interdita o viaduto a partir desta terça-feira (14) para avaliar a atual situação da estrutura. Em paralelo, a equipe de engenharia do Departamento de Estradas de Rodagem trabalha em uma averiguação completa  do viaduto para analisar a gravidade dos danos.

Por: Cícero Portela

Deixe seu comentário