Viaduto da Tabuleta: remanejamento de energia deve ser concluído em 90 dias

O remanejamento da rede de energia na área da rotatória da Tabuleta é a última fase para construção do viaduto.

10/10/2020 11:02h - Atualizado em 10/10/2020 11:25h

Compartilhar no

A obra da construção de um viaduto que liga as avenidas Barão de Gurguéia e Henry Wall de Carvalho, na zona sul de Teresina, inicia mais uma etapa na manhã deste sábado, 10. O remanejamento da rede de energia na área da rotatória da Tabuleta é a última fase para construção do viaduto.

O remanejamento é feita pela concessionária de energia da cidade em parceria com a Prefeitura. De acordo com cronograma, o trabalho deve ser concluído em 90 dias.

"Estamos fazendo redes auxiliares na região da Tabuleta para que a gente possa tirar a rede que tem na região central que falta para fechar o viaduto. Além disso, será feito a rotatória em baixo e alguma drenagem que faz parte da obra para que a gente possa concluir o elevado", explica o superintendente da SDU SuL, Paulo Lopes.

Para realizar as mudanças requer uma preparação eficiente e exige que a população residente na área seja notificada com antecedência em relação à data em que vai ser feita a interrupção do fornecimento de energia elétrica.  Desta forma, é preciso cumprir uma série de normas da Anel, e o desligamento só pode ser feito de 5 em 5 dias.


Viaduto da Tabuleta: remanejamento de energia deve ser concluído em 90 dias. Foto: Paulo Lopes

Entenda mais sobre a obra

A obra começou no início de 2018 e recebeu R$25 milhões em recursos, parte deste valor por convênio com a Caixa Econômica Federal, financiamento e contrapartida da Prefeitura de Teresina. O elevado irá resolver um problema “crônico” da região, e assim, melhorar a mobilidade urbana da capital. 

A previsão inicial era de que a obra fosse entregue em 2019. Depois disso, o prazo foi estendido para fevereiro de 2020. Em abril, as obras foram paralisadas, devido o decreto municipal que obrigava a interrupção das atividades para o controle da pandemia. O projeto deve diminuir acidentes e proporcionar a almejada celeridade no trânsito da zona Sul.

Todavia, o viaduto da Tabuleta vai dar acesso à Avenida Henry Wall de Carvalho sem interrupção de tráfego. Em sua parte inferior, haverá uma rotatória para população que for em destino a BR-316. Esse percurso foi discutido com a população assim que iniciaram as obras.

Comerciantes do entorno do viaduto exigiram adequações para que a entrada de clientes nos estabelecimentos não fosse prejudicada. A rotatória foi a solução que agradou ambas as partes. Além da construção do elevado, o investimento contempla intervenções de drenagem e sinalização da via.

Compartilhar no
Por: Sandy Swamy

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário