Valença do Piauí: mulheres lideram e assumem 7 cadeiras da Câmara Municipal

Nas eleições de 2016, outras candidatas foram destaque por "candidaturas laranjas".

17/11/2020 12:57h - Atualizado em 21/12/2020 16:09h

Compartilhar no

O caso das candidaturas de mulheres fantasmas na cidade de Valença do Piauí nas eleições de 2016 ganhou notoriedade nacional. Em setembro de 2019 o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez uma decisão histórica  e cassou todos os vereadores envolvidos nas "candidaturas laranjas", que tinham o objetivo de cumprir a cota mínima de gênero estipulada pela legislação eleitoral.


Leia também:

No Piauí, mulheres conquistam apenas 12% das prefeituras 

Fragilidade na legislação facilita o surgimento de candidaturas ‘laranjas’ 


Já nas eleições 2020, a cidade de Valença do Piauí ganha destaque por eleger 7 mulheres para Câmara Municipal, as candidatas disputavam uma das 11 cadeiras disponíveis.

"Não só em Valença, mas no contexto geral nós temos essa evolução no aumento da quantidade de mulheres no cenário político. Valença foi muito surpreendida por ter candidatas laranjas no último pleito e agora, nós tivemos 7 mulheres eleitas e isso é uma representatividade muito positivo e acredito que vamos desenvolver um excelente trabalho, pois a mulher tem um olhar mais humano", afirma a candidata eleita a vereadora do município, Raffaela Sampaio.


Rafaella Sampaio, vereadora mais jovem eleita em Valença. Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Rafaella tem 29 anos, é enfermeira e foi eleita com 354 votos. A candidata é a mais nova da Câmara Municipal de Valença. Ela ressalta que este resultado da cidade é o reflexo de que as mulheres estão cada vez mais inseridas no cenário político.

 "Nós estamos querendo ocupar nossos espaços, querendo mostrar que temos capacidade e que podemos assumir o poder público para trabalhar para pessoas. Recebi esse resultado com o misto de alegria e gratidão a Deus", finaliza.

Eleições 2020: "Valença teve candidatas comprometidas com pleito"

Nas eleições de 2020, o município de Valença elegeu sete mulheres, entre elas: Walmarya Moura com 587 votos, que ficou no segundo lugar dos vereadores mais bem votado no pleito de 2020.

Para Walmarya que já teve outros cargos públicos em secretárias municipais, este ano a população teve a sua disposição mulheres que estavam dispostas a participar ativamente da política no município.

Walmarya Moura, segunda vereadora mais votada de Valença do Piauí. Foto: Felipe Bruno 

"As mulheres que participaram dessas eleições são mulheres comprometidas e que queriam de fato participar do pleito político. Acho que isso que contou na escolha do eleitor, foi o compromisso e o papel que essas mulheres desenvolvem na cidade", explica.

Durante a campanha política  Walmarya Moura foi contaminada pela Covid-19 e ficou 15 dias em isolamento social, o que não impecilio para ser eleita."Eu vou trabalhar com compromisso e responsabilidade, buscando sempre o melhor para população e espero as mudanças propagadas durante a campanha chegue aos valencianos", conclui.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Sandy Swamy

Deixe seu comentário