Vacinação contra a Covid-19 aquece setor do turismo e aumenta procura por viagens no Piauí

Após adiar vários planos, piauienses voltam a planejar passeios e até viagens internacionais

07/09/2021 12:26h - Atualizado em 08/09/2021 09:33h

Compartilhar no

Em meio ao avanço da vacinação contra a Covid-19, o turismo é um dos setores com a maior expectativa para a retomada. O “novo normal” das viagens está sendo definido por muitos brasileiros e o quadro começa a gerar otimismo entre empresários e turistas. Animado com a mudança de cenário, o farmacêutico João Barros, de 39 anos, conta que, apesar de ter adiado várias vezes seus planos por causa do vírus, agora se sente mais à vontade para voltar a explorar o mundo.


“Continuo mantendo as precauções de higiene e distanciamento, mesmo vacinado. Com a liberação de algumas fronteiras, meus planos de viagem estão mais concretos e em breve começo a por em prática. A liberação de brasileiros vacinados e a exigência de quarentena e de teste são os principais fatores que me deixam mais tranquilo em relação à volta das viagens internacionais”, resumiu.


João destaca que ainda há vários destinos com restrições de entrada e permanência de brasileiros, o que pesou na escolha do seu próximo destino. Em outubro, ele irá para o Marrocos e Portugal. Segundo ele, além da abertura para brasileiros vacinados, esses destinos têm particularidades que chamaram sua atenção.

Foto: Arquivo/ODIA 

“Como tenho amigos que têm projetos de viagens semelhantes a mim, estou indo para o Marrocos com alguns dias em Portugal, um destino exótico e cheio de cultura. Vai ser meu primeiro [destino] após o início da pandemia. Por adorar a culinária e a região, nada melhor do que reiniciar as viagens pela África”, disse.

O farmacêutico revela ainda que tem viagens marcadas desde o início de 2020, mas por causa da pandemia tiveram que ser adiadas. As viagens para Europa e América do Sul ficarão para o próximo ano. “A Turquia e a Coreia do Sul vão ficar para as férias e para o meu aniversário. Tenho um convite de casamento na Grécia, em junho do próximo ano”, completa.

Destinos mais procurados e expectativas do setor

Apesar do cenário animador, a recuperação completa do turismo só deve ocorrer em 2022. Zé Filho, sócio e administrador de uma agência de viagens localizada na zona Leste de Teresina, afirma que a procura para o segundo semestre deste ano aumentou, principalmente para destinos nacionais. Contudo, para o Réveillon, ainda é bem tímida.

“Destinos nacionais, como a serra gaúcha, São Paulo com Campos dos Jordão, e Porto de Galinhas com Recife [são os mais procurados]. Já nos destinos internacionais, [destacam-se] Ilhas Maldivas, Dubai e Cancun”, revela.

Atualmente, para entrar em diversos países são exigidos comprovantes de vacinação contra várias doenças, como a febre amarela, por exemplo. A da Covid-19, enfatiza Zé Filho, é indispensável.

Foto: Arquivo/ODIA 

O administrador fala ainda sobre a expectativa do setor em relação à vacinação. “A imunização traz mais segurança e conforto, tanto para quem viaja como para quem recebe o turista. Nossa esperança é de que com a vacinação em massa, se abram mais fronteiras e que acabem a exigência das quarentenas, visto que isso inviabiliza uma viagem de curta permanência”, afirma.

A aceleração da digitalização de serviços demandada pela pandemia também promete trazer novidades para o turismo. Entre elas, o passaporte eletrônico, incluindo um específico para saúde. O passaporte eletrônico de saúde poderá conter, além desses comprovantes, resultados de exames que também possam vir a ser exigidos, como o PCR, usado para detecção da presença do coronavírus. A Associação Internacional de Transportes Aéreos (Lata) criou um aplicativo de celular que contém o passaporte de saúde com todas as informações.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário