• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

UFPI anuncia bloqueio de bolsas CNPq da pós-graduação

Em comunicado oficial, Universidade Federal disse que foi surpreendida pela decisão do CNPq sobre a suspensão de bolsas.

19/08/2019 12:12h

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) comunicou nesta segunda-feira (19) o bloqueio de bolsas concedidas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no âmbito da pós-graduação. A instituição federal de ensino afirmou ter sido surpreendida pela decisão do CNPq sobre a suspensão de indicação de bolsistas, na última quinta-feira (15).

Segundo a Pró-Reitoria, foi constatado que a implantação das bolsas se encontra bloqueada na plataforma do CNPq. "Em contato por telefone com a Coordenação do Programa Institucional de Bolsas do Iniciação Científica do CNPq, foi informado que as bolsas dos Programas PIBIC, PIBIC Ações Afirmativas, PIBITI e PIBIC Ensino Médio, devidamente implantadas, inclusive com o aceite do bolsista serão mantidas, com pagamento assegurado para o mês de agosto/19, enquanto as demais ficarão suspensas, por falta de dotação de recursos desta conceituada agência de fomento", informou em nota. 

Para a pró-reitora de Ensino de Pós-Graduação da UFPI, Regina Gomes, a decisão é preocupante, uma vez que os alunos da instituição dependem das bolsas para continuarem desenvolvendo pesquisas. Segundo ela, até o momento, mais de 70 bolsas já foram cortadas pelo Governo Federal, somente este ano. "Estamos preocupados com tudo isso porque temos alunos carentes que não têm condição de ter a dedicação exclusiva que precisamos para desenvolver a pós-graduação", afirmou.

A pró-reitora de Ensino de Pós-Graduação da UFPI, Regina Gomes. (Foto: Elias Fontenele/O Dia)

Além disso, as bolsas destinadas para os novos programas de pós-graduação, criados após a avaliação quadrienal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), realizada pela última vez em 2017, só poderão ter recursos a partir do próximo ano.

De acordo com a pró-reitora, um grupo de trabalho da Capes está criando um algoritmo para definir a quantidade de bolsas destinadas aos programas. Entre os critérios que poderão ser considerados para a concessão de novas bolsas estão o IDH nos municípios onde estão os programas, a nota do programa e a importância do resultado das pesquisas. "Nós ainda não tivemos uma comunicação oficial em relação a isso, estamos aguardando porque a reunião ainda está ocorrendo", frisa.

O reitor da UFPI, Arimateia Dantas. (Foto: Elias Fontenele/O Dia)

O reitor da UFPI, Arimateia Dantas, afirma que os cortes anunciados terão um impacto forte na pesquisa e na pós-graduação da universidade e irão dificultar, ainda mais, o avanço das pesquisas. "Vai ficar difícil a gente avançar na pesquisa e na pós-graduação numa universidade como a nossa, num estado como um nosso, em que o estudante para desenvolver a pesquisa precisa daquela bolsa para sobreviver, para poder realizar suas tarefas", lamenta.


Por: Nathalia Amaral e Breno Cavalcante.

Deixe seu comentário